Clique e assine por apenas 5,90/mês

Tiggo 8 da Ford, Equator é novo irmão de sete lugares do Territory

Novo SUV foi revelado na China com motor 2.0 turbo de 225 cv e linhas parecidas com outros Ford

Por Igor Macário - Atualizado em 25 set 2020, 17h40 - Publicado em 25 set 2020, 13h22
Equator tem dianteira com faróis afilados e grade dominante Autohome.com/Reprodução

A Ford lançou um irmão maior de sete lugares para o Territory na China, o Equator. O modelo é produto da joint-venture entre a Ford e a Jiangling, a mesma que criou o Territory lançado recentemente no Brasil.

O Equator é grande, com 4,90 metros de comprimento e parrudos 1,93 metro de largura. O entre-eixos chega a 2,86 metros, o que deve garantir bom espaço interno para o novo SUV.

Quer ter acesso a todos os conteúdos exclusivos de Quatro Rodas? Clique aqui e assine por apenas R$ 8.90

O visual do Equator até lembra o do Territory, mas o novo SUV é um produto independente. Por enquanto, detalhes técnicos do modelo são escassos. Sabe-se apenas que um dos motores oferecidos será um 2.0 turbo da Ford, com 225 cv equipado com câmbio automático de cinco marchas.

Lanterna traseira é interligada por feixe de led Autohome.com/Reprodução

Haverá ainda uma opção com câmbio manual para o mercado chinês, também com cinco marchas. A tração poderá ser traseira ou integral, dependendo da versão.

As linhas parecem um compilado de vários modelos da Ford, com referências ao Mustang Mach-E e Lincoln americanos, como nas lanternas traseiras de led interligadas. Na frente, uma enorme grade domina a dianteira, com faróis pequenos e unidades auxiliares nas laterais do para-choque.

SUV terá opção de rodas entre 18 e 20 polegadas Autohome.com/Reprodução

Ainda não há informações sobre o interior, que deverá contar com telas multimídia, displays interativos e instrumentos virtuais, a julgar pelos modelos mais recentes da joint-venture.

Na China, ele deverá ficar logo abaixo do Ford Road Shaker, a versão chinesa do Ford Everest, o SUV baseado na picape Ranger. Apesar das dimensões semelhantes, o Everest é mais alto e tem mais capacidade off-road. E ao que tudo indica, o projeto do Equator não tem conexão direta com nenhum modelo da Ford ocidental, tal qual o Territory.

Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital.

Quatro Rodas

Quatro Rodas 737 60 anos
Clique e Assine
Continua após a publicidade
Publicidade