Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Flagra: novo Chevrolet Tracker terá alerta de colisão e teto panorâmico

SUV será o único compacto da marca com motor turbo mais potente, teto de vidro e alerta de colisão

Henrique RodriguezPor Henrique Rodriguez Atualizado em 5 fev 2020, 08h00 - Publicado em 5 fev 2020, 07h00
Teto-solar com abertura elétrica agora é panorâmico Rodrigo Ronconi/Quatro Rodas

Como os novos Onix e Onix Plus, a nova geração do Chevrolet Tracker apostará bastante em seu pacote de equipamentos de série.

Flagra feito pelo leitor Rodrigo Ronconi, revela que o SUV compacto seguirá oferecendo teto-solar e que desta vez será panorâmico, com duas partes e abertura elétrica. Entre os Chevrolet, a peça só não é maior que a disponível no Equinox.

Foto permite ver os encostos de cabeça do SUV compacto Rodrigo Ronconi/Quatro Rodas

Assim como os irmãos de plataforma (a GEM, global para compactos), o novo Tracker terá central multimídia MyLink de nova geração com WiFi embutida, assistente de baliza, sensor de estacionamento dianteiro e carregador por indução para smartphones.

A foto feita de cima também permite ver o local dos leds do alerta de colisão, inédito entre os compactos da GM. O sistema, também presente no Cruze e na S10, emite sinais sonoros e luminosos para alertar o motorista sobre uma colisão iminente.

Adesivo revela a presença de WiFi Rodrigo Ronconi/Quatro Rodas

Outros itens que o Tracker tem e os Onix não têm são encostos de cabeça ajustáveis nos bancos dianteiros e as rodas aro 17, neste caso diamantadas e com fundo cinza.

Continua após a publicidade

A unidade flagrada é da versão topo de linha Premier, que será responsável por estrear no Brasil o novo motor 1.2 turbo de três cilindros com injeção multiponto. Neste caso o câmbio sempre será automático de seis marchas.

Rodas aro 17 são diamantadas e têm fundo cinza Rodrigo Ronconi/Quatro Rodas

Anunciado para o México e Emirados Árabes Unidos, este propulsor rende 132 cv e 19,1 mkgf com gasolina. Por aqui, também beberá etanol.

Se esse motor é 21 cv menos potente e tem 5,4 mkgf menos torque do que o atual Tracker 1.4 Ecotec, a carroceria da nova geração também será cerca de 200 kg mais leve, o que deve dirimir a diferença e manter os desempenhos equivalentes.

Rodrigo Ronconi/Quatro Rodas

Versões mais acessíveis, LS (que pode não ter nome, como no Onix) e LT ficarão com o motor 1.0 turbo flex de 116 cv; Premier estreado pelo novo Onix. Haverá opção de câmbio manual e automático, sempre de seis marchas.

  • Entre os elementos visuais exclusivos da versão Premier estão aplique em cromo acetinado na base do para-choque traseiro, a base da moldura dos vidros também cromada e, claro, as rodas de liga leve mais rebuscadas e maiores, com acabamento diamantado.

    O novo Chevrolet Tracker está previsto para começar a chegar às lojas entre o final deste mês e o início de março.

    Fotografou um segredo? Mande seu flagra para nós: 55 11 99975-9245

    Perceba a diferença de porte entre o Tracker e a Trailblazer Rodrigo Ronconi/Quatro Rodas
    Continua após a publicidade
    Publicidade