Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Fiat Mobi perde potência e tanquinho de partida a frio na linha 2022

Apesar das perdas, que incluem a antiga versão de entrada, o subcompacto promete ganhar em economia de combustível, segundo a Fiat

Por Guilherme Fontana 19 jan 2022, 17h36

O Fiat Mobi chegou à linha 2022 mais econômico, mas menos potente, para se adequar às novas regras de emissões do Proconve. Além disso, o subcompacto ficou mais caro, tanto pelo aumento de preços, quanto pela descontinuação da antiga configuração de entrada, já adiantada por QUATRO RODAS.

Assine a Quatro Rodas a partir de R$ 9,90

Sem a versão Easy, o modelo passa a ser vendido em apenas duas configurações: a Like, de R$ 60.990, e a Trekking, de R$ 63.990. Em ambas, o monitoramento de pressão dos pneus é uma novidade entre os itens de série.

A nova opção mais barata da linha é equipada com ar-condicionado, direção hidráulica, preparação para rádio, vidros dianteiros elétricos, computador de bordo e rodas de aço com calotas de 14 polegadas.

O Mobi Trekking acrescenta, além do visual aventureiro exclusivo, central multimídia de 7 polegadas com Android Auto e Apple Carplay sem fio.

Continua após a publicidade

mobi
Mobi Trekking 2022 segue com o mesmo visual anterior Divulgação/Fiat

Menos potência, mais economia

Assim como já aconteceu com o motor 1.3 Firefly e também com o 1.4 Fire EVO, o 1.0 Fire Evo utilizado pelo Mobi também precisou passar por alterações para atender às novas normas de emissões. Entre as novidades estão a extinção do famigerado tanquinho de partida a frio, substituído por um sistema de pré-aquecimento de combustível, e a redução de potência e torque.

Compartilhe essa matéria via:

A motorização passa a entregar 71 cv de potência com gasolina e 74 cv com etanol, contra os 73/75 cv anteriores. O torque também caiu, para 9,3 kgfm com gasolina e 9,7 kgfm com etanol, contra os 9,5/9,9 kgfm de antes.

mobi
O Mobi Trekking traz detalhes como o teto bicolor Divulgação/Fiat

Com as mudanças, a Fiat promete que o Mobi também ficou mais econômico, com uma redução de até 7,9% em seus testes. Assim, segundo a fabricante, o modelo pode registar a média de até 15 km/l de gasolina em ciclo rodoviário e chegar a uma autonomia de mais de 700 km com apenas um tanque de combustível.

Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital

A edição 754 de QUATRO RODAS já está nas bancas!
A edição 754 de QUATRO RODAS já está nas bancas! Arte/Quatro Rodas

 

Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Continue lendo, sem pisar no freio. Assine a QR.

Impressa + Digital

Plano completo da QUATRO RODAS! Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da QUATRO RODAS, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

Comparativo entre os principais modelos do mercado.

Tudo sobre as novidades automobilísticas do Brasil e do exterior.

Receba mensalmente a QUATRO RODAS impressa mais acesso imediato às edições digitais no App QUATRO RODAS, para celular e tablet.

a partir de R$ 14,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Acesso ilimitado ao Site da QUATRO RODAS, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

Comparativo entre os principais modelos do mercado.

Tudo sobre as novidades automobilísticas do Brasil e do exterior.

App QUATRO RODAS para celular e tablet, atualizado mensalmente.

a partir de R$ 9,90/mês