Clique e Assine QAUTRO RODAS por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

Carros muito poluidores vão pagar imposto de até R$ 320.000 na França

Multas do país vão aumentando de acordo com o grau de emissões dos veículos licenciados por lá

Por Julio Cabral
Atualizado em 6 Maio 2024, 17h05 - Publicado em 23 nov 2023, 13h13

A luta contra veículos de alta emissão está ficando cada vez mais acirrada, no entanto, os franceses podem ter subido o tom de uma maneira inédita. A partir do ano que vem, o país vai cobrar uma taxa que atinge os compradores de carros muito poluidores, uma punição que aumenta pouco a pouco, mas que pode chegar a 60.000 euros, o equivalente a R$ 320.000. 

Somente modelos que emitem até 117 g/km de CO2 estão isentos de sobretaxas. Para citar um exemplo de carro que vende bem no mercado brasileiro, esse é o grau de emissão do Chevrolet Tracker 1.2 turbo.

Quanto aos demais, as penalidades vão subindo pouco a pouco. A barreira dos 1.000 euros é rompida com veículos de 141 g/km de CO2, exatamente o número emitido pelo Toyota GR Corolla, o que demonstra que já estamos falando de carros de alto desempenho.

Continua após a publicidade

O limite de 193 g/km de CO2 implica em uma multa de 50.000 euros. Acima disso, o valor sobe para 60.000 euros. É o grau da Ford F-150, uma picape grande com motor V8 – o utilitário não é vendido na França. 

Superesportivos não híbridos passam desse limite com facilidade. Para citarmos um, a Ferrari 812 GTS faz 373 g/km de CO2. As multas já eram pesadas nas regras antigas, chegando aos 50.000 euros, mas não deixa de ser “pesado” para quem paga cerca de 560.000 euros para comprar o mito italiano. 

Compartilhe essa matéria via:

 

Antes da entrada das novas regras, havia um limite de taxação de 50% do valor do carro, o que deixa de ser aplicado. E isso não vale apenas para veículos novos, quem importar um usado também terá que pegar mais. Há um consolo, contudo. A multa terá um desconto de 5% para cada ano em que o modelo foi registrado. Só há isenção para usados com 20 anos ou mais, poupando os colecionadores e entusiastas. 

As taxas não dependem apenas do grau de emissão. Os interessados em comprar um carro mais pesado também terão que pagar dez euros para cada kg acima do limite de 1.600 kg – eram 1.800 kg. Em 2025, a penalidade também pode ser estendida aos híbridos, mas com uma folga: os carros com mais de 50 km de alcance elétrico terão um desconto de 200 kg no limite do peso. Há outra possibilidade: incluir as picapes e alguns SUVs como veículos comerciais, no entanto, isso ainda é apenas uma possibilidade. 

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Quatro Rodas impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 14,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.