Clique e Assine QAUTRO RODAS por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

Caça supersônico à venda pela FAB custa menos que um Renault Kwid

Unidade mais barata do lote de aeronaves tem preço na casa dos R$ 27 mil. Subcompacto não sai por menos de R$ 32 mil

Por Redação
Atualizado em 10 fev 2023, 15h48 - Publicado em 11 out 2018, 15h55
F-2000 Mirage
O lote engloba 11 aeronaves desativadas que não tem condições para voar (FAB/Divulgação)

Um Renault Kwid ou um caça supersônico F-2000 Mirage? Bom, essa dúvida pode nunca passar pela sua cabeça, mas a Força Aérea Brasileira (FAB) colocou à venda 11 de seus aviões – e o mais barato deles custa menos que o subcompacto da Renault.

É isso mesmo. A aeronave mais em conta está precificada em US$ 7.321,17 – cerca de R$ 27.500 pela cotação no dia de publicação desta matéria. A versão de entrada do Kwid, Life, não sai por menos de R$ 32.490.

Já o caça mais caro custa US$ 62.635,84  – mais de R$ 235 mil. O valor é apenas R$ 7 mil além do que a Mercedes-Benz pede pela recém-chegada nova versão C200 EQ Boost do sedã Classe C.

Continua após a publicidade

A FAB, no entanto, não aceita propostas para compra dos aviões individualmente. E valor mínimo do lote inteiro de 11 aviões já dá para comprar uma McLaren 570S no Brasil: US$ 508.631,12 ou quase R$ 2 milhões.

F-2000 Mirage
Os caças foram usados pela Força Aérea Brasileira entre 2005 e 2013 (FAB/Divulgação)

O Kwid também consegue ser mais rápido que o F-2000 Mirage, apesar de seus 162 km/h de velocidade máxima não superarem os 2.500 km/h do caça supersônico (mais de duas vezes a barreira do som).

Continua após a publicidade

Isso porque os aviões, apesar de estarem com motores e todos os sistemas eletrônicos de bordo, não estão aptos para voos. As aeronaves estão em organizações da FAB em Brasília (DF) e Anápolis (GO).

Os caças, adquiridos pelo Governo Federal em 2005 por US$ 200 milhões junto ao grupo francês Dassault Aviation, foram durante oito anos a elite da aviação de combate do Brasil – até a desativação em 2013.

O Mirage 2000 foi uma solução emergencial que o governo brasileiro encontrou enquanto não fazia a escolha dos substitutos do Mirage III – o francês Dassault Rafale era o mais cotado à época, porém a opção foi pelo sueco Saab Gripen NG.

Continua após a publicidade

O caça supersônico ainda é usado pelas forças aéreas de países como os Emirados Árabes, Qatar, Peru, Egito, Taiwan, Índia e Grécia.

Essas nações são vistas como potenciais compradoras dos aviões por questões de peça de reposição. A França, país de origem dos caças, é o maior mercado com 315 aeronaves ativas – a Dassaut Aviation produziu o Mirage 2000 e suas variações entre 1978 e 2007. Ao todo, mais de 600 unidades saíram da linha de montagem.

Pessoas físicas e jurídicas, como empresas e outros governos, podem adquirir os aviões. Contudo, será necessário preencher os requisitos estabelecidos no edital, que inclui a aprovação do governo francês.

Continua após a publicidade
F-2000 Mirage
Os jatos pode atingir velocidades superior a 2.300 km/h (FAB/Divulgação)

F-2000 Mirage

Propulsionado por um motor Snecma M53-5 com 8.998 kg de empuxo, o Mirage 2000 é um interceptador capaz de ultrapassar Mach 2,0 (duas vezes a velocidade do som, ou mais de 2.400 km/h) a 16.500 metros de altitute, e tem alcance de até 3.000 km quando equipado com três tanques de combustível auxiliares nas asas.

Continua após a publicidade

Ele também possui sonda de reabastecimento em voo. Quando em serviço, era equipado com radar multifunção, mísseis ar-ar de médio e curto alcance, além de dois canhões de 30 mm.

Sob as asas, podem ser carregados mais de 5 toneladas de bombas e mísseis diversos.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Quatro Rodas impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 14,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.