Clique e Assine QAUTRO RODAS por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

Monovolume do Logan ganha motor híbrido que poderá ser nacional

Conjunto é o mesmo já utilizado nos Renault Clio e Captur, além do Nissan Juke, e poderia equipar futuro SUV feito em São José dos Pinhais (PR)

Por Guilherme Fontana Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
22 dez 2022, 13h38

Enquanto a Renault já acumula anos de experiência com a eletrificação, só agora sua subsidiária romena, a Dacia, ganhará seu primeiro modelo eletrificado. O Jogger, monovolume baseado no Logan, passará a ser, segundo o Grupo Renault, “o carro familiar híbrido mais acessível do mercado” na França. Mais do que isso, ele adiantará o que poderemos ter em breve no Brasil.

Mesmo fazendo parte de uma gama de baixo custo, o Jogger Hybrid 140 (que partirá de R$ 135.000 na França, em conversão direta) adota itens como quadro de instrumentos digital de 7″, com grafismos exclusivos e informações sobre a bateria e o fluxo de energia, freio de estacionamento eletrônico e ar-condicionado digital. É possível notar, no entanto, a maior simplicidade de acabamento.

Dacia Jogger Hybrid 140
Dacia Jogger Hybrid 140 (Divulgação/Dacia)

No visual, o monovolume já adota a nova identidade da linha Sandero/Logan, com leds em parte da iluminação, e os novos logotipos da Dacia. Assim como os “irmãos”, além de custos mais acessíveis, outro grande destaque do modelo é o espaço interno – tão bom que ele oferece até uma opção de sete lugares.

Agora, a nova configuração (já utilizada nos Renault Clio e Captur, além do Nissan Juke) busca dar um pouco mais de sofisticação mecânica ao modelo, que até então só tem motores a gasolina (turbo ou aspirado) e a gás, e sempre com câmbio manual.

Continua após a publicidade
Dacia Jogger Hybrid 140
Dacia Jogger Hybrid 140 (Divulgação/Dacia)

O conjunto híbrido combina um motor 1.6 aspirado de 90 cv a outros dois elétricos, sendo um de 50 cv e outro que atua como um motor de partida de alta tensão. A potência combinada não foi divulgada pela Dacia, mas é esperado que o número fique perto dos 140 cv. A tração é sempre dianteira e o câmbio é um automático com quatro marchas acopladas ao motor a combustão e duas ao elétrico.

Compartilhe essa matéria via:

De acordo com a marca, a economia de combustível pode chegar a até 40% em ciclo urbano (comparando com o Jogger a gasolina), onde é esperado que até 80% da condução seja feita apenas com propulsão elétrica. Também segundo a Dacia, a autonomia do monovolume poderá ultrapassar os 900 km com tanque cheio e bateria carregada.

Continua após a publicidade
Dacia Jogger Hybrid 140
Dacia Jogger Hybrid 140 (Divulgação/Dacia)

Futuro nacional

Embora os europeus Jogger, Captur, Clio e Juke não estejam nos planos do Grupo Renault para o Brasil, o conjunto híbrido está. Neste ano, a empresa anunciou um investimento de R$ 2 bilhões no Brasil para a produção de um SUV compacto inédito por aqui, previsto para ser lançado em 2024.

Projeto HJF SUV Renault (5)
Renault usa unidades do novo Dacia Stepway para testar o novo motor 1.0 turbo no Brasil (Josemar Becker/Quatro Rodas)

O modelo concorrerá com Fiat Pulse/Fastback e Volkswagen Nivus, substituirá Logan e Stepway (uma vez que o nome Sandero já foi descontinuado por aqui) e terá uma mecânica exclusiva, tornando flex o motor 1.0 turbo da Renault. Para o futuro, ele deverá ganhar uma opção híbrida – que poderá ser a que já equipa os modelos europeus.

Ainda tratado pelo codinome HJF, o futuro SUV será construído em São José dos Pinhais (PR) sobre a plataforma CMF-B, a mesma do novo Dacia Sandero. Não por acaso, o modelo roda em testes no Brasil como mula (protótipo) para o novo modelo nacional.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Quatro Rodas impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 14,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.