Clique e Assine QAUTRO RODAS por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

Autodefesa: novo Honda City enfrenta problema na bomba da injeção direta

Proprietários de Honda City relatam problemas na bomba de combustível e dificuldades para conseguir a peça

Por Da Redação
10 set 2023, 22h00

Na Dica Técnica 010/22, DTC P0087 – Pressão do Trilho de Combustível Muito Baixa –Diagnóstico, emitida em 18/07/2022 para os modelos equipados com injeção direta, a Honda cita a falha na bomba de alta pressão de combustível, problema conhecido pelo taxista Carlos Magno de Sousa Cipriano, de Mossoró (RN), dono de um City EXL 2022.

“O motor perdeu força e acendeu a luz da injeção. Na concessionária disseram ser o combustível usado, sem fazer testes. E não querem dar a garantia porque meu carro é táxi”, conta Carlos.

Outro taxista que relata a falha é o Bruno Guimarães Martellotti, de São Paulo (SP), dono de um City Touring 2023.

“Na concessionária disseram que é a bomba de combustível e que não têm previsão de quando irão receber a peça”, conta Bruno.

City
Motor 1.5 aspirado com injeção direta do novo Honda City (Fernando Pires/Quatro Rodas)

 

Além do primeiro documento acima, a Honda expediu outro: a Dica Técnica 004/23, Regulador de Pressão da Bomba de Combustível – Demora na Primeira Partida, emitido em 02/03/23 para o New City e New HRV 2022.

No item Causa do sintoma, esse informativo esclarece que: “Nossa engenharia identificou uma falha na vedação do regulador de pressão interno da bomba de combustível do tanque. Essa falha foi corrigida no nosso fornecedor e os veículos produzidos atualmente já possuem contramedidas para a solução deste inconveniente”.

Honda City 2022
Novo Honda City (Divulgação/Honda)

Encontramos mais dois taxistas, de São Paulo (SP), que trocaram a bomba de combustível pela segunda vez, mas preferem não se identificar, declarando que têm receio de não conseguir trocar a peça novamente caso venham a precisar.

Continua após a publicidade

Mas o problema não ocorre apenas com motoristas que rodam muito, como os taxistas. Aconteceu com a dentista Simone Camargo Martins, de Santos (SP), dona de um City Touring 2022. “Sempre nos 80 km/h aparecia uma mensagem no painel solicitando parar o carro. Na concessionária trocaram três peças em garantia, entre elas a bomba de combustível de alta pressão”, afirma.

Procurada, a Honda não nos retornou sobre o assunto.

O povo reclama

“Não consegui saber se iriam solucionar o problema. Diziam que retornariam em 24 horas, mas não retornavam. Depois, pediram um tempo, dizendo que era necessário esperar a fábrica enviar as peças. Demoraram 23 dias para resolver o problema na bomba de combustível. Depois de uma semana, ainda tiveram a coragem de me ligar perguntando se eu havia sido bem atendido, se estava satisfeito. Decepção com a montadora, essa é a expressão que resume o que passei por causa desse problema.”

Marcelo de Araújo, taxista, São Paulo (SP), dono de um New City EXL 2022

“Algumas vezes percebo que o motor do meu carro perde potência e o consumo de combustível fica mais alto. Irei pedir para verificar na revisão junto com outros problemas.”

Continua após a publicidade

Juliana Cardoso de Souza, médica, Rio Claro (SP), dona de um City Touring 2022

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Quatro Rodas impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 14,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.