Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

O tom do conserto

Por Redação 1 abr 2013, 12h12

 

Por Péricles Malheiros

07 141 km

Encerramos a edição passada contando sobre o orçamento da substituição da capa do para-choque do nosso Onix, quebrada e ralada após um pequeno acidente. Devidamente reparado, nosso Onix está na ativa novamente. O conserto ficou a cargo da concessionária paulistana Nova e, como pagamos à vista, o valor final incluiu um desconto de 12,5%, caindo de 959 para 839 reais.

Para não imobilizar nosso carro à toa, a Nova adotou um procedimento interessante: quando receberam nossa aprovação do orçamento, solicitaram a peça à fábrica. Assim que ela chegou, o consultor entrou em contato conosco. “Por favor, traga o carro até aqui.Vamos apenas retirar a tampa que dá acesso ao bocal de combustível para termos uma referência de cor na hora de pintar o para-choque. Depois, você traz o carro novamente e substituímos a peça danificada pela nova, já pronta”, disse o técnico da concessionária.

Assim foi feito e, conforme combinado, nosso Onix ficou parado um único dia para a troca do para-choque e transplante da moldura inferior, não atingida no acidente. Aproveitamos a parada na Nova e pedimos uma verificação do sistema de ar-condicionado, pois duas pessoas haviam reclamado da sua perda de performance, os editores Paulo Campo Grande e Péricles Malheiros. “Aparentemente, está tudo certo com o compressor, mas a ventilação parece fraca”, relatou Malheiros. Ao entregar o carro, o técnico da Nova disse: “Fiz uma varredura eletrônica, mas não havia registros de falha. Chequei ainda a carga de gás refrigerante e está tudo certo”.

Continua após a publicidade

Da Nova, o Onix seguiu direto para o Cesvi, onde o técnico em funilaria e pintura Ademir Alves Costa analisou a qualidade do reparo. “A aplicação de tinta e verniz está boa, mas há impurezas na superfície. Isso é um indício de que o serviço foi feito fora de uma cabine de pintura ou dentro de uma contaminada. Um polimento resolve o pro- blema”, afirmou Ademir.

Consumo

No mês (28,8% na cidade): Etanol – 8,6 km/l

Desde jan/13 (25,2% na cidade): Etanol – 8,8 km/l

Tampa do tanque: amostra de cor para a oficina | MyLink: telefone, fotos e vídeos na tela do rádio.

Continua após a publicidade

Publicidade