Clique e Assine QAUTRO RODAS por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

Novo Ford Territory 2024: como anda o rival de Compass, Taos e Tiggo 7 Pro

Novo Ford Territory está pronto para encarar Jeep Compass, VW Taos e Caoa Chery Tiggo 7 Pro? Confira preço, consumo desempenho e equipamentos do SUV

Por Henrique Rodriguez Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
Atualizado em 18 fev 2024, 11h42 - Publicado em 18 fev 2024, 11h30

O Ford Territory 2024 está completamente diferente. Ainda é um SUV médio fabricado na China, mas agora, enfim, pode considerar Caoa Chery Tiggo 7 Pro, Jeep Compass e VW Taos seus rivais diretos, mesmo que seja maior e tenha apenas uma versão. O Ford Territory Titanium custa R$ 209.990 e não tem aumento ou redução desde o seu lançamento, em agosto de 2023.

O novo Territory 2024 também foi criado pela joint venture entre a Ford e a JMC (Jiangling Motor Corporation), parceiras há quase 30 anos. Mas houve uma grande evolução de uma geração a outra.

O antigo visual inspirado no Range Rover Evoque ficou para trás, assim como grande parte dos exageros que cometia no acabamento, com plásticos brilhantes e muitos botões.

Ford Territory 2024
Régua onde vai o nome do carro é de plástico pintado (Fernando Pires/Quatro Rodas)

Por fora, o novo Territory segue o estilo dos Ford Kuga e Escape, com grade dianteira hexagonal interligando as luzes diurnas e setas. Os faróis de facho alto, baixo e de neblina ficam em blocos logo abaixo. A traseira traz lanternas com o mesmo formato do Kuga. E o nome do carro entre elas.

Quatro Rodas está nos Canais do WhatsApp; clique e participe!

No geral, a carroceria tem o típico perfil de SUV. Tão típico que a comparação com os Caoa Chery Tiggo 7 Pro e Tiggo 8 é inevitável. Mesmo sendo vendido apenas com cinco lugares, o novo Territory conta com entre-eixos 1 cm maior que o do Tiggo 8 e 5 cm maior que o do Tiggo 7 Pro, totalizando 2,72 m. O comprimento total é de 4,63 m.

Ford Territory 2024
Acabamento tem superfícies macias, mas faltou um arremate melhor na coluna de direção (Fernando Pires/Quatro Rodas)

O porta-malas tem 448 litros, o que é um ganho frente aos 420 litros do antecessor, mas menor que os 475 litros do Tiggo 7 Pro ou, principalmente, com os 498 litros do Taos. Só supera os 420 litros do Jeep Compass. E como a turma dos SUV médios topo de linha, o Territory tem tampa do porta-malas com abertura elétrica.

Continua após a publicidade
Ford Territory 2024
(Fernando Pires/Quatro Rodas)
Ford Territory 2024
Telas: a exibição é mais funcional e intuitiva do que no modelo anterior (Fernando Pires/Quatro Rodas)

Na cabine, a primeira coisa que chama atenção é o tom azul predominante, presente até nas colunas. Há partes pretas e mantiveram algumas peças imitando madeira. O novo painel segue o estilo da Mercedes e destaca as duas telas de 12,3” integradas em uma mesma moldura. Elas exibem melhor as informações.

A central ganhou Android Auto e Apple CarPlay sem fio, mas a operação da tela é dificultada pela distância: o motorista, relaxado pela direção com ajuste de profundidade e com os bancos dianteiros elétricos e ventilados, precisa se esticar para tocar na tela.

Ford Territory 2024
(Fernando Pires/Quatro Rodas)
Ford Territory 2024
Console tem botões de acesso rápido para a central multimídia e funções do carro (Fernando Pires/Quatro Rodas)

Mesmo os maiores passageiros têm espaço para cruzar as pernas no banco traseiro sem raspar no dianteiro. O assoalho é plano e o console central com saídas de ar e uma porta USB não rouba espaço. A cabine larga permite que três ocupantes viajem ali atrás com algum conforto.

Compartilhe essa matéria via:

O Ford Territory traz motor 1.5 turbo com injeção direta a gasolina – ou seja, não tem motor flex. É o mesmo bloco do modelo antigo, mas funcionando em ciclo Otto (em vez de Miller, que prioriza a eficiência). Com isso, seus números passaram de 150 cv e 22,9 kgfm para 169 cv e 25,5 kgfm às mesmas 1.500 rpm.

Ford Territory 2024
(Fernando Pires/Quatro Rodas)
Ford Territory 2024
Na frente, bancos elétricos e ventilados. Atrás, espaço de sobra para todos (Fernando Pires/Quatro Rodas)

O câmbio CVT com simulação de oito marchas deu lugar a um de dupla embreagem com sete marchas. É uma caixa banhada a óleo, fornecida pela Getrag-Magna (fabricante dos Powershift) e é da mesma família da caixa usada pelos Chery.

Continua após a publicidade

Novo Ford Territory é melhor que o antigo?

O consumo melhorou um pouco, de 9,3 km/l para 9,6 km/l no ciclo urbano e de 11,5 km/l para 11,8 km/l no rodoviário, enquanto o tempo de 0 a 100 km/h caiu de 10,8 s para 10,3 s.

Mas como fica o desempenho e o consumo do Ford Territory na comparação com seus concorrentes, os Caoa Chery Tiggo 7 Pro, Jeep Compass e VW Taos? Confira a seguir:

Teste Quatro Rodas, gasolina Ford Territory Titanium VW Taos Highline 1.4T Jeep Compass Limited 1.3T Caoa Chery Tiggo 7 1.6T
Aceleração
0 a 100 km/h 10,3 s 10,2 s 10,3 s 8,8 s
0 a 1.000 m 31,7 s – 168,2 km/h 31,2 s – 169,6 km/h 31,7 s – 165,1 km/h n/d
Velocidade máxima* 180 km/h 194 km/h 205 km/h n/d
Retomadas
D 40 a 80 km/h 4,4 s 4,3 s 4,4 s 3,4 s
D 60 a 100 km/h 5,4 s 5,6 s 5,7 s 4,1 s
D 80 a 120 km/h 7,6 s 4,3 s 7,1 s 5,5 s
Frenagens
60/80/120 km/h a 0 14/25/58,2 13,6/25,2/54,5 m 14,8/26,9/61,3 m 15,5/27,6/61,5 m
Consumo
Urbano 9,6 km/l 11,4 km/l 9,3 km/l 9,9 km/l
Rodoviário 11,8 km/l 14,3 km/l 13 km/l 14,4 km/l
Ruído interno
Neutro/RPM máx. 40,5/60,2 dBA 38,3/63,6 dBA 46,2/65,7 dBA 38,8/67,7 dBA
80/120 km/h 62,9/69,8 dBA 62,9/67 dBA 63,8/67,7 dBA 54,3/69,1 dBA
Aferição
Velocidade real a 100 km/h 95 km/h 98 km/h 97 km/h 95 km/h
Rotação do motor a 100 km/h em D 1.900 rpm 1.750 rpm 1.800 rpm 1.700 rpm
Preço R$ 209.990 R$ 212.480 R$ 215.890 R$ 179.990

Desempenho do Ford Territory 2024?

O comportamento letárgico, de fato, ficou para trás. O centro de desenvolvimento da Ford no Brasil cuidou de calibrar a mecânica, os freios e a suspensão para o Brasil e
isso fez diferença.

Ford Territory 2024
O motor 1.5 ganhou potência ao abandonar ciclo miller (Fernando Pires/Quatro Rodas)

Motor e câmbio têm ajuste exclusivo para a forma como os brasileiros dirigem e ainda podem variar entre quatro modos: Eco, Normal, Serra e Sport. Conjuntos de suspensão e direção também foram devidamente calibrados para o Brasil. A troca dos modos é feita apenas pela central multimídia.

O motor responde melhor, o ganho parece superar os 19 cv, e faz o SUV da Ford ser ágil enquanto o câmbio faz trocas suaves e imperceptíveis na condução normal e reduz rápido quando é exigido.

Continua após a publicidade
Ford Territory 2024
Porta-malas tem abertura elétrica e 448 litros de capacidade (Fernando Pires/Quatro Rodas)

Mas o conjunto ainda não está perfeito: acoplamento da embreagem ainda hesita um pouco nas saídas e o motor poderia ser mais vigoroso em retomadas na estrada. Mas o que realmente ainda faz falta, porém, é a opção de trocas sequenciais – não tem borboletas ou botões. O peso da direção até aumenta conforme a velocidade, mas ainda é um pouco leve.

A suspensão é confortável e confere uma dinâmica interessante, quase neutra. Contudo, segue transmitindo as pequenas imperfeições do piso sem cerimônia. A grande diferença agora é que desavisados serão pegos de surpresa pelo isolamento acústico da cabine, a falta de ruído e vibração do motor e também pelo fato de ser um Ford feito na China. Quem diria.

Como estão as vendas do Ford Territory?

De janeiro a dezembro de 2023, o Ford Territory teve 1.324 unidades emplacadas no Brasil. Destas, 593 foram emplacadas entre setembro e dezembro, após o lançamento da nova geração. Para efeito de comparação, só em janeiro de 2024 510 unidades foram emplacadas, um crescimento substancial nas vendas.

Ficha técnica – Ford Territory Titanium 2024

Preço: R$ 209.990
Motor:
gasolina, dianteiro, transversal, 4 cilindros em linha, turbo injeção direta, 16V, 1.490 cm³, 169 cv a 5.500 rpm, 25,5 kgfm a 1.500 rpm
Câmbio: automático, dupla embreagem, 7 marchas simuladas, tração dianteira
Direção: elétrica
Suspensão: McPherson (diant.) / multilink (tras.)
Freios: disco ventilado (diant.) / disco sólido (tras.)
Pneus: 235/50 R19
Peso:
1.740 kg
Dimensões: comprimento, 463 cm; largura, 193,5 cm; altura, 170,6 cm; entre-eixos, 272,6 cm; porta-malas, 448 l; tanque de combustível, 60 l

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Quatro Rodas impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 14,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.