Clique e assine por apenas 8,90/mês

Longa Duração: os problemas no HUD do Toyota Prius

Alguns motoristas até desligam o HUD do Prius. Culpa da exibição descentralizada de informações projetada no para-brisa

Por Péricles Malheiros - Atualizado em 23 nov 2018, 10h12 - Publicado em 23 nov 2018, 10h11
O HUD é uma tecnologia antiga Christian Castanho/Quatro Rodas

O redator-chefe, Zeca Chaves, diz: “Adoro o Prius, mas se tem algo que eu não consigo utilizar é o seu Head-Up Display. O fato de a imagem ficar projetada no para-brisa num ponto fora do centro do campo de visão mais me distrai do que ajuda”.

No Prius, o equipamento – também conhecido pela sigla HUD – pode indicar apenas a velocidade ou, complementarmente, o modo de condução do motorista.

“Na tela completa do HUD, as informações até ficam mais ao centro, mas creio que o para-brisa não seja o melhor local para um dado importante, mas secundário, como é o sistema gráfico de indicação do modo de condução. Tanto que o deixo exibido no painel central”, diz Zeca.

Apesar de ser um equipamento restrito a carros mais high-tech, o HUD é uma tecnologia antiga. Data dos anos 40, quando foi aplicado em aviões de guerra para que o piloto não precisasse desviar a atenção do que via à sua frente, algo essencial numa situação de combate.

Continua após a publicidade

Toyota Prius – 27.037 km

    Consumo

    • No mês: 15,9 km/l com 27,8% de rodagem na cidade
    • Desde fev/18:16,7 km/l com 32,9% de rodagem na cidade
    • Combustível: gasolina, eletr.
    • Combustível: R$ 1.166

    Ficha técnica

    • Versão: 1.8 16V Híbrido
    • Motor: 4 cil., diant., transv., 1.798 cm3, 16V, 98 cv a 5.200 rpm, 14,5 mkgf a 3.600 rpm/ elétr., 72 cv, 16,6 mkgf/potência combinada, 123 cv
    • Câmbio: aut., CVT
    • Seguro (perfil QUATRO RODAS): R$ 4.554
    • Revisões (até 60.000 Km): R$ 3.707
    Publicidade