Clique e Assine QAUTRO RODAS por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

GWM trará ao Brasil, além de picape inédita, SUV com jeitão de Classe G

Enquanto chineses não terminam o projeto da inédita picape híbrida flex brasileira, GWM já seleciona SUVs luxuosos para lançar no mercado

Por Eduardo Passos
Atualizado em 14 nov 2023, 19h50 - Publicado em 13 nov 2023, 18h14

O 2023 da GWM no Brasil não poderia ter sido melhor. A montadora estreou como uma total desconhecida no país, mas rapidamente ganhou confiança e, principalmente, volume, emplacando o Haval H6 como o híbrido mais vendido do mercado

Agora vem o novo Ora 03, e a fábrica de Iracemápolis (SP) está prestes a funcionar. Se a maré está boa, o negócio é surfá-la e trazer ainda mais coisas. Uma delas é a GWM Poer (lê-se “póuer”), que, no exterior, corresponde a uma submarca de picapes mas que, no Brasil, batizará a picape média de produção nacional sobre a qual já falamos, mas agora trazemos novidades. 

Pesos na caçamba e sujeira na camuflagem indicam que o teste era hardcore
Pesos na caçamba e sujeira na camuflagem indicam que o teste era hardcore (Alexsandro Lacerda/Quatro Rodas)

O leitor Alexsandro Lacerda se deparou com uma unidade de testes da Poer em BH, tirando fotos reveladoras, mas de um jeito pouco óbvio. Como um bom ‘segredeiro’, Lacerda capturou bastante da estética da caminhonete mas, sem perceber, também mostrou a caçamba com pesos inseridos pelo time de engenharia.

Estética da nova Poer será bem diferente da atual
Estética da nova Poer será bem diferente da atual (Alexsandro Lacerda/Quatro Rodas)

Essa ponta solta levou nossa apuração a um resultado interessante: a picape nacional não será uma reestilização do flagra, mas um produto inédito. Ciente da concorrência no segmento de caminhonetes médias, a GWM optou por esperar o desenvolvimento de uma nova Poer, em andamento na China, e lançar, no Brasil, logo o que tem de melhor. A prioridade é tão alta que nosso país pode receber o modelo antes mesmo dos chineses.

Continua após a publicidade
GWM vêm trabalhando para quebrar a resistência do público com carros chineses. Se o 'picapeiro' é ainda mais reticente, ele prepara algo ainda mais impactante do que os Haval H6
GWM vêm trabalhando para quebrar a resistência do público com carros chineses. Se o ‘picapeiro’ é ainda mais reticente, ele prepara algo ainda mais impactante do que os Haval H6 (Alexsandro Lacerda/Quatro Rodas)

A estética, claro, mudará bastante. Os Great Wall já à venda aqui têm design mais europeu, dada a maior apreciação desse estilo, frente ao estilo chinês, pelo consumidor brasileiro. Logo, no caso da Poer, é possível que sigam a escola americana, com faróis afilados e soluções que vimos nas novas Chevrolet Colorado e Toyota Tacoma, por exemplo. Mas isso é especulação.

Wey Coffee 01 foi mostrado a concessionários da GWM no Brasil, a fim de avaliar receptividade
Wey Coffee 01 é outro que foi mostrado a concessionários da GWM no Brasil, a fim de avaliar sua recepção (Divulgação/GWM)

O que é fato, entretanto, é que essa será a primeira picape híbrida nacional, com estreia ainda em 2024. A GWM já descartou o uso do motor 1.5 do Haval H6, e deve optar por um 2.0 turbo que, independentemente da cilindrada, será flex.

Conjunto Hi4-T também é feito para carroceria sobre chassis
Conjunto Hi4-T também é feito para carroceria sobre chassis (Divulgação/GWM)

Do outro lado do mundo, ocorrem discussões acerca do powertrain definitivo. Há a possibilidade de que a nova Poer seja híbrida convencional (HEV), mas um modelo híbrido plug-in (PHEV) certamente aumentaria as chances frente a nomes consagrados.

Continua após a publicidade

Caso opte por um PHEV, a GWM deve utilizar seu novo sistema Hi-4T, que une o motor a combustão ao elétrico — esse montado junto à transmissão automática de 9 marchas ao longo do cardan. Consequentemente, há torque instantâneo e performance farta. Com o 2.0 turbo, estima-se 462 cv e 79,5 kgfm ao todo. Um motor 3.0 turbo também é cotado, elevando os números para 516 cv e 97,9 kgfm.

GWM TANK 400
Tank 400 já oferece essa opção mecânica (Divulgação/GWM)

Esse conjunto também deve estar na outra submarca que estreia em breve, a TANK, voltada para SUVs que casam luxo e capacidade off-road. O chefão da Great Wall no Brasil, Oswaldo Ramos, já cravou que teremos um modelo de sete lugares à venda, também com lançamento alinhado à sua chegada no Oriente.

Continua após a publicidade
Primeiras fotos do SUV surgiram nesta semana, e mal sabemos do seu interior
Primeiras fotos do SUV surgiram nesta semana, e mal sabemos do seu interior (Reprodução/Internet)

Apuramos que um deles, provavelmente, será o novo Tank 700, que teve poucas imagens reveladas mas com traseira curiosamente parecida com a do Mercedes-Benz Classe G. Não há tanto luxo quanto o jipão da Alemanha, mas os Tank que vierem certamente contarão com requinte elevado.

Em breve no Brasil: ele ou algum irmão da submarca Tank
Em breve no Brasil: ele ou algum irmão da submarca Tank (Reprodução/Internet)

Maior do que um Jeep Grand Cherokee, o utilitário, assim como a Poer, terá baterias para rodar mais de 100 km em regime elétrico. A transmissão DHT também promete números satisfatórios de consumo e tenderia a gerenciar melhor as células energéticas em ambientes de alto calor e off-road. Também há boatos da vinda de um Tank 800, que seria ainda maior e luxuoso que o 700, mas não sabemos muito dele ainda.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Quatro Rodas impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 14,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.