BMW antecipa os novos X7 e Série 8 com conceitos próximos do real

Previstos para 2018, eles serão os modelos topo de linha da BMW

Conceito serve de prévia para o inédito BMW X7

Conceito serve de prévia para o inédito BMW X7 (Ulisses Cavalcante/Quatro Rodas)

A BMW trabalha naquele que será o maior e mais luxuoso SUV de sua gama, que só será lançado no final de 2018. Quer saber como ele será? Olhe atentamente para o conceito X7 iPerformance e o imagine sem os exageros de design próprios dos showcars. Pronto, você viu o novo BMW X7. 

As linhas do protótipo são marcadas pelas rodas aro 23″, por linhas retas e pela tradicional grade da BMW em versão com ampliação de 150%, um tanto desproporcional frente aos faróis a laser tão estreitos. Pelo menos os faróis combinam com as lanternas traseiras, também bastante estreitas e iluminadas por leds.

Lanternas traseiras são bem estreitas, como as dos carros mais recentes da BMW

Lanternas traseiras são bem estreitas, como as dos carros mais recentes da BMW (Ulisses Cavalcante/Quatro Rodas)

O BMW X7 iPerformance tem 5,02 m de comprimento, 2,02 m de largura e 1,80 m de altura. Em outras palavras, se o X7 de produção mantiver estas dimensões ele será 11,3 cm mais longo, 8,2 cm mais largo e 3,7 cm mais alto que o atual BMW X5. Com 3,01m, o entreeixos é 7,6 cm mais longo. 

Por baixo destas dimensões respeitáveis está a mesma plataforma dos novos Série 7 e 5. Mas em vez de quatro e cinco lugares, o X7 tem seis: a segunda e a terceira têm dois bancos individuais, para garantir o luxo e conforto prometidos. Os passageiros também terão opções de entretenimento em telas individuais e podem aproveitar a vista do teto solar panorâmico.

Painel é todo voltado para o motorista

Painel é todo voltado para o motorista (Ulisses Cavalcante/Quatro Rodas)

Na frente as atenções se voltam para o motorista, que fica diante da tela que cumpre a função de quadro de instrumentos e da outra, que reúne funções de infoentretenimento. O console central tem poucos botões e envolve o motorista.

Bancos traseiros são individuais nas duas fileiras, totalizando seis lugares

Bancos traseiros são individuais nas duas fileiras, totalizando seis lugares (Ulisses Cavalcante/Quatro Rodas)

A plataforma do X7 permitirá que ele use motores seis cilindros, V8 e até o V12 da BMW, além de poder ser equipado com um conjunto híbrido plug-in. E é justamente com este último conjunto que o X7 iPerformance foi proposto.

Sua mecânica é composta pelo conjunto eDrive, formado pelo motor a gasolina TwinPower Turbo (que a imprensa europeia diz ser um 2.0) combinado a um motor elétrico capaz de mover o carro sozinho em algumas situações.

BMW Série 8

Dianteira do Série 8 é bastante imponente

Dianteira do Série 8 é bastante imponente (Divulgação/BMW)

Outro importante conceito da BMW no Salão de Frankfurt é o Série 8 Concept. Apresentado no Concorso d’Eleganza de Villa d’Este, na Itália, em maio ele antecipa novo cupê 2+2 de luxo da fabricante alemã, que também deverá ganhar as ruas em 2018.

No design, os faróis estreitos e a grade dividida em formato incomum impressionam. A traseira tem belas lanternas de led que lembram as do i8 e as saídas de escape estão integradas ao design do para-choque traseiro.

Lanternas traseiras remetem ao híbrido i8

Lanternas traseiras remetem ao híbrido i8 (Divulgação/BMW)

A missão do BMW Série 8 é a de suceder o Série 6 Coupé (da mesma forma que o Série 3 Coupé se transformou no Série 4). Sua plataforma será a mesma dos Série 5 e 7 . Espera-se que o Série 8 de produção receba variações do motor seis em linha 3.0 turbo, do V8 4.4 turbo e o V12 6.6 com 609 cv dos Série 7 M760Li.

A BMW já ensaiou até mesmo a versão esportiva do modelo. O M8 GTE aparece no evento para registrar o retorno da marca para as 24 Horas de Le Mans, além de disputar a próxima temporada do Campeonato Mundial de Endurance da FIA.

 (Divulgação/BMW)

O BMW M8 GTE tem motor V8 com tecnologia BMW TwinPower Turbo, que, por questões de regulamento, tem capacidade volumétrica de 4.0 litros e potência de mais de 500 cv. A transmissão é sequencial de seis marchas preparada para as competições.

 (Divulgação/BMW)

A boa notícia é que o design segue à risca o da versão de rua do BMW M8, que também será apresentado em 2018.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s