Clique e assine por apenas 8,90/mês

Toyota suspenderá produção no Brasil e 6.000 trabalhadores ficarão em casa

Medida foi tomada com objetivo de conter a pandemia da Covid-19 e segue exemplo já adotado por General Motors, Mercedes-Benz e Volkswagen

Por Renan Bandeira - 20 mar 2020, 12h14
Linha de montagem do Toyota Etios em Sorocaba (SP) Divulgação/Toyota

Após os anúncios de General Motor, Mercedes-Benz e Volkswagen, a Toyota informou, nesta sexta-feira (20), que também suspenderá suas atividades no País por conta da pandemia de coronavírus.

Dessa forma, todas as unidades da empresa – localizadas em São Bernardo do Campo, Sorocaba, Indaiatuba e Porto Feliz (SP) – permanecerão fechadas entre os dias 24 de março e 6 de abril.

Trabalhadores da linha de produção terão férias coletivas, enquanto a área administrativa trabalhará remotamente, com home office, durante esse período. Ao todo, 6.000 funcionários serão liberados.

Somados os quatro fabricantes já citados, 43.000 funcionários serão dispensados nas próximas semanas como medida para conter o avanço da pandemia da Covid-19.

Publicidade