Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Toyota suspenderá produção no Brasil e 6.000 trabalhadores ficarão em casa

Medida foi tomada com objetivo de conter a pandemia da Covid-19 e segue exemplo já adotado por General Motors, Mercedes-Benz e Volkswagen

Por Renan Bandeira 20 mar 2020, 12h14
Linha de montagem do Toyota Etios em Sorocaba (SP) Divulgação/Toyota

Após os anúncios de General Motor, Mercedes-Benz e Volkswagen, a Toyota informou, nesta sexta-feira (20), que também suspenderá suas atividades no País por conta da pandemia de coronavírus.

Dessa forma, todas as unidades da empresa – localizadas em São Bernardo do Campo, Sorocaba, Indaiatuba e Porto Feliz (SP) – permanecerão fechadas entre os dias 24 de março e 6 de abril.

Trabalhadores da linha de produção terão férias coletivas, enquanto a área administrativa trabalhará remotamente, com home office, durante esse período. Ao todo, 6.000 funcionários serão liberados.

  • Somados os quatro fabricantes já citados, 43.000 funcionários serão dispensados nas próximas semanas como medida para conter o avanço da pandemia da Covid-19.

    Continua após a publicidade
    Publicidade