Clique e assine por apenas 8,90/mês

Volkswagen paralisará todas as fábricas no Brasil por conta da Covid-19

Funcionários da linha de produção serão dispensados a partir da próxima segunda-feira (23) e, com isso, o fabricante ficará três semanas sem novos veículos

Por Gabriel Aguiar - 20 mar 2020, 09h00
Produção da VW em todo o país será paralisada pela Covid-19 Divulgação/Volkswagen

Como já era previsto, a Volkswagen suspenderá as atividades das fábricas no Brasil por conta da pandemia de Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus. Assim, a empresa segue o que havia sido antecipado à QUATRO RODAS pelo Sindicado dos Metalúrgicos do ABC.

As paralisações começarão na próxima segunda-feira (23) e seguirão por três semanas – quem trabalha na linha de produção já está dispensado, enquanto a área administrativa seguirá com as funções remotamente (home office) até o dia 30 de março, antes das férias coletivas.

Divulgação/Volkswagen

Com 15.000 funcionários em todo o país, a Volkswagen já havia protocolado junto à Secretaria Especial de Previdência e Trabalho o pedido dispensa na última segunda-feira (16). Entretanto, quando procurado, o fabricante disse que se tratava apenas de uma medida preventiva.

Deste modo, a empresa se antecipa às outras marcas que também anunciaram férias coletivas, mas só para o fim do mês. Ontem (19), General Motors e Mercedes-Benz confirmaram que as unidades de produção no Brasil serão fechadas – somadas, elas têm oito fábricas por aqui.

De acordo com o Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, outras empresas do setor instaladas na região da Grande São Paulo também adotaram medidas preventivas contra a Covid-19. É o caso de Toyota e Scania, que dispensaram trabalhadores acima de 60 e mulheres grávidas.

Continua após a publicidade
Publicidade