Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Renault suspende entregas do Kwid na Argentina para reparar freio

Marca orientou revendas a trocar peças antes de entregar os veículos

Por Vitor Matsubara Atualizado em 9 jan 2018, 18h52 - Publicado em 15 dez 2017, 15h45
Recall nos freios do compacto envolve mais de 21 mil carros no Brasil Divulgação/Renault

A Renault da Argentina ordenou a suspensão temporária das entregas do Kwid.

Segundo informações do Argentina Autoblog, a decisão foi tomada devido ao problema nos freios do modelo fabricado em São José dos Pinhais (PR). Medida semelhante já havia sido anunciada no Brasil.

O compacto foi apresentado no país vizinho em novembro. Por orientação do fabricante, as revendas substituirão rodas, pneus e os discos de freio de todas as unidades em estoque.

Um comunicado assinado pela Renault ressalta que o serviço deve ser realizado “impreterivelmente antes da entrega ao cliente”.

Rodas, pneus e freios serão substituídos pelas concessionárias Divulgação/Renault

A medida, porém, não é considerada um recall porque os veículos ainda não chegaram às mãos dos compradores.

Continua após a publicidade

O problema atinge as versões Intens e Iconic (esta última indisponível no Brasil).

Kwid Zen serão depenados para acelerar processo

A fabricante aconselha os concessionários a retirar peças dos Kwid Zen estocados, já que praticamente todos os componentes envolvidos podem ser reaproveitados – com exceção dos parafusos dos discos de freio, incompatíveis com as outras versões.

Posteriormente, a Renault enviará peças de reposição necessárias para remontar os veículos.

Peças do Kwid Zen serão retiradas para realizar serviço nos carros defeituosos Divulgação/Renault

O recall dos freios do Kwid foi anunciado em novembro, apenas três meses após sua apresentação no país. A montadora chamou 21.802 unidades devido à possibilidade de surgimento de trincas no sistema, reduzindo a eficiência das paradas e, em alguns casos, até o travamento das rodas, prejudicando a dirigibilidade.

O compacto também foi convocado para um segundo recall por um problema no tubo de combustível, que pode ocasionar até incêndios. Para este caso, 16.798 veículos foram convocados pela Renault.

Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Continue lendo, sem pisar no freio. Assine a QR.

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Tudo sobre as novidades automobilísticas do Brasil e do exterior.


a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)

Impressa + Digital

Plano completo de QUATRO RODAS. Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da QUATRO RODAS, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

Comparativo entre os principais modelos do mercado.

Tudo sobre as novidades automobilísticas do Brasil e do exterior.

Receba mensalmente a QUATRO RODAS impressa mais acesso imediato às edições digitais no App QUATRO RODAS, para celular e tablet.

a partir de R$ 12,90/mês