Clique e assine por apenas 8,90/mês

Primeiro híbrido flex do mundo será feito pela Toyota no Brasil em 2019

Anúncio foi feito nesta quinta-feira com a presença do presidente Michel Temer; carro com a tecnologia chega ao mercado no final do próximo ano

Por Thais Villaça - 13 dez 2018, 14h54
Presidente Michel Temer participa do anúncio da Toyota sobre primeiro híbrido flex do mundo Divulgação/Toyota

A Toyota anunciou a produção brasileira do primeiro veículo híbrido flex do mundo nesta quinta-feira (13), em evento realizado em Brasília com a presença do presidente Michel Temer.

A marca fez questão de destacar o diferencial da tecnologia bicombustível, já que a primazia de produzir um modelo híbrido no Brasil é da Mercedes-Benz e seu C 200 EQ Boost.

Desenvolvida em parceria entre as engenharias do Brasil e do Japão, a tecnologia combina um motor a combustão bicombustível e um propulsor elétrico.

Steve St. Angelo, CEO da Toyota, apresenta o Prius flex a Temer Divulgação/Toyota

Com o desenvolvimento do projeto, a montadora se beneficia das novas políticas do recém-aprovado Rota 2030, que estimulam a produção de veículos mais eficientes, prevendo uma redução de 11% para 8% no IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados).

Continua após a publicidade

No primeiro trimestre do ano que vem, a Toyota vai divulgar mais detalhes sobre o local de fabricação dos motores e quais modelos receberão a tecnologia. O primeiro carro híbrido flex da marca chega ao mercado no final de 2019.

Novo Corolla é um forte candidato a receber a tecnologia híbrida flex em 2019 Divulgação/Toyota

Apesar de o Prius já rodar em testes desde março deste ano e ser praticamente certa a adoção da nova tecnologia no modelo, a empresa não confirma qual será seu primeiro híbrido flex.

Vale lembrar que a data coincide com o lançamento da nova geração do Corolla no país. O sedã é um forte candidato a receber os motores flex e elétrico, uma vez que também utiliza a plataforma modular TNGA, própria para receber sistemas híbridos. Além disso, o modelo já é vendido em outros mercados em versão híbrida.

A tecnologia também deve equipar um novo SUV nacional que a Toyota planeja para 2020. A marca cogitou trazer ou até mesmo fabricar o C-HR no país, mas o modelo ficaria muito caro. Dessa forma, a montadora desenvolve um carro exclusivo para o mercado brasileiro.

Publicidade