Assine QUATRO RODAS por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Porsche confirma 911 híbrido e desenvolvimento de novo motor boxer

O modelo híbrido, que estava em desenvolvimento há 2 anos, finalmente está pronto e estreará ainda neste ano

Por Lucas Parente
13 Maio 2024, 17h00

A eletrificação dos modelos da Porsche tem avançado rapidamente: Cayenne e Panamera têm versões híbridas de alto desempenho, enquanto o Macan tornou-se elétrico, assim como acontecerá com o próximo 718. Isso sem contar o Taycan, que já nasceu elétrico. Porém, o carro-chefe da marca, que escapava da eletrificação até agora, não terá mais saída. O 911 híbrido vem aí.

Foi o que confirmou a própria marca, que disse estar há algum tempo desenvolvendo o seu primeiro Porsche 911 híbrido para as ruas. E finalmente, o modelo está pronto para produção: ele será apresentado ao mundo no próximo dia 28 de maio.

Porsche-992.2-GTS-Targa-fotos-espia-3-1536x1024
(Razão Automóvel/Reprodução)

“Pela primeira vez na história de 61 anos de nosso ícone, estamos instalando um sistema de acionamento híbrido em um Porsche 911 de rua. Este híbrido de desempenho inovador torna o 911 ainda mais dinâmico”, disse Frank Moser, vice-presidente das linhas 718 e 911.

Segundo Frank, a empresa testou o modelo em todas as condições climáticas do mundo, desde o calor intenso até o frio congelante, acumulando mais de cinco milhões de quilômetros em testes.

Continua após a publicidade
S24_0801
(Divulgação/Porsche)

Outro detalhe importante durante a fase de testes do modelo foi o seu desempenho em Nürburgring. Segundo a marca, o 911 híbrido completou uma volta no circuito em cerca de 7 minutos e 16,9 segundos, desempenho 8,7 segundos mais rápido que a “versão correspondente do modelo anterior”.

“O novo 911 se tornou consideravelmente mais rápido na pista. Temos mais aderência, significativamente mais potência, e a resposta espontânea do sistema híbrido orientado para performance é uma grande vantagem”, afirmou Jörg Bergmrister, piloto e embaixador da Porsche.

Continua após a publicidade
S24_0801
(Divulgação/Porsche)

Nenhum detalhe técnico foi revelado pela Porsche, mas o novo 911 híbrido não terá tecnologia híbrida plug-in, considerando que assim o modelo ficaria mais pesado por conta de suas baterias maiores.

A motorização a combustão poderá seguir a mesma, com motor boxer 3.0 biturbo, gerando 480 cv na versão padrão e 530 cv na mais potente. Aliado à isso, estará um motor elétrico, desenvolvido em colaboração com a Rimac, semelhante ao dos híbridos leves que sozinho rende até 90 cv. Ele é alimentado por uma bateria de 2,0 kWh.

Continua após a publicidade
Compartilhe essa matéria via:

Além da nova motorização híbrida, há também algumas alterações visuais para o novo 911. Entre as visíveis, é possível identificar um novo desenho do para-choque dianteiro, com algumas aletas verticais.

S24_0796
(Divulgação/Porsche)

Na traseira, algumas versões com dupla saída de escapamento posicionadas na parte central e outras localizadas nas laterais do para-choque. O difusor traseiro também parece ter sido atualizado.

Novo motor boxer em desenvolvimento

Em conjunto do desenvolvimento do novo 911 híbrido, a montadora alemã também está avançando no projeto de um novo motor boxer 3.6 de seis cilindros.

Com objetivo de atender às regulamentações de emissões Euro 7, o motor está previsto para estrear apenas no início de 2027. Ele deve substituir os motores turbo existentes nas versões Turbo S e ainda poderá ser utilizado em versões aspiradas, turbo e híbridas.

Continua após a publicidade
02_911_GTS_1FLP0751-2
(Fernando Pires/Quatro Rodas)

O destaque nesse projeto é a versão 911 GTS, que poderá ter um motor com potência próxima dos 500 cv e rotações elevadas, semelhante às de um GT3. O motor boxer 3.6 também substituirá os motores do Carrera e Carrera S, oferecendo uma maior variedade de opções.

Não há desenvolvimento de um 911 elétrico

Fontes internas da montadora alemã afirmam que não há atualmente nenhum desenvolvimento de um modelo totalmente elétrico do Porsche 911.

Continua após a publicidade

A marca pretende manter os modelos a combustão vivos até mesmo no futuro, explorando outras alternativas, como o uso de combustíveis sintéticos, que já está em desenvolvimento pela Porsche. O 911 totalmente elétrico, chamado internamente de 994, poderá chegar apenas no fim desta geração do 911, que se estenderá até aproximadamente 2034.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Quatro Rodas impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 12,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.