Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Os 10 melhores interiores de carros de 2016

Publicação americana Wards Auto divulga sua tradicional lista com os melhores projetos de interior do ano

Por Diego Dias Atualizado em 23 nov 2016, 20h55 - Publicado em 15 abr 2016, 18h37
BMW Serie 7
BMW Série 7 traz iluminação ambiente com diversas opções de cores

Todos os anos a Wards Auto elege os dez melhores interiores de carros à venda nos EUA, incluindo democraticamente desde populares até modelos de luxo. A lista de 2016 traz pela primeira vez seis veículos premium entre os dez listados – nos anos anteriores a lista nunca teve mais de três. Para serem elegíveis, as cabines têm que ser totalmente novas ou significativamente redesenhadas, sendo analisado a estética e harmonia de design, bem como materiais, ergonomia, funcionalidade, segurança, conforto e acabamento.

Outro critério fundamental é o custo-benefício, ou seja, o que o modelo oferece pelo quanto custa. É por isso que a lista da Wards nunca é formada apenas por modelos de luxo como Bentley, Rolls-Royce, Aston Martin e Ferrari, dando espaço para carros mais simples, mas que conseguem equilibrar um bom projeto de interior em relação aos concorrentes de mesmo preço.

LEIA MAIS:

>> Dez opcionais que valem tanto quanto um carro

>> Top Ten: soluções criativas no interior dos carros

>> Prêmio World Car Awards anuncia os vencedores de 2016

Audi TTS

Audi TTS

A versão intermediária do esportivo alemão se destacou por seu painel totalmente digital de 12,3 polegadas batizado pela marca de “Virtual Cockpit”. Além disso, o TTS exibe bancos vermelhos com costuras que remetem a “diamantes” (segundo a publicação), ar-condicionado com botões e visores digitais nas próprias saídas de ar centrais, bem como o acabamento em alumínio escovado no console central que combina com detalhes em couro contrastante à costura vermelha.

BMW Serie 7 (1)
BMW Série 7

BMW Série 7

O sedã top de linha da BMW apresentou sua geração mais recente no Salão de Frankfurt de 2015. O Série 7 traz como destaque recursos que deixaria qualquer geek (pessoas entusiastas de tecnologia) alucinado, como o sistema de controle por gestos, que permite executar algumas funções sem a necessidade de nenhum toque ou botão. Chama a atenção também na cabine as luzes a bordo, com diversas combinações de cores, grelhas dos alto-falantes iluminados, além do novo desenho do painel, mais atualizado (mas sem esquecer do DNA da marca) e com o sistema multimídia iDrive com interface melhorada.

Xadillac XT5
Cadillac XT5

Cadillac XT5

Com prestígio recuperado nos últimos anos, a Cadillac entra na lista com um SUV médio (compacto para eles). Substituto do SRX, o Cadillac XT5 tem uma cabine com alto padrão de acabamento, com uso abundante em couro e peças bem encaixadas. Outros destaques do utilitário são o head-up display, teto solar panorâmico e a eficiente central multimídia, além do conforto a bordo e ótima ergonomia, segundo a publicação.

Camaro SS
Chevrolet Camaro SS

Chevrolet Camaro

Originalmente despojados, a releitura dos atuais muscle cars trouxe um melhor nível de acabamento, com visual mais moderno, mas que honra o estilo retrô dos modelos anteriores. Prova disso é a sexta geração do Chevrolet Camaro, que trouxe na última atualização uma cabine mais bem cuidada, com painel e portas dotadas de superfícies mais suaves ao toque, fora uma maior quantidade de  inserções em couro com costuras contrastantes. A Wards Auto também ressaltou o novo painel, que indica até a força G nas arrancadas mais fortes, o volante com aquecimento e as 20 cores da iluminação da cabine.

Continua após a publicidade

Chrysler Pacifica
Chrysler Pacifica

Chrysler Pacifica

Substituto da clássica minivan Town & Country, a Chrysler Pacifica estreou no Salão de Detroit desse ano com um desenho muito mais moderno. A minivan está na lista dos dez melhores por conta de sua modularidade e linhas mais inspiradas, além do bom padrão de acabamento com a combinação das cores preto e creme no interior. A boa sacada de oferecer um aspirador de pó integrado, segunda fileira de bancos que se encaixam no assoalho e o conforto para adultos na terceira fileira de assentos reclináveis também foram decisivos.

Honda Civic
Honda Civic (10ª geração)

Honda Civic (10ª geração)

A décima geração do Civic está prevista para chegar ao Brasil no final deste ano, logo depois do Salão do Automóvel de São Paulo. Já à venda nos Estados Unidos, o novo Civic abandonou o conhecido painel de dois andares e adotou um painel de instrumentos mais convencional, mas que agora traz uma tela TFT no centro. As linhas do painel ficaram mais retilíneas, com detalhes metálicos e o desenho de uma listra na parte central dos bancos dianteiros nas versões mais em conta. O sedã é bem equipado na versão topo de gama, com sistema de som com 10 alto-falantes, conexão Bluetooth, console central com generoso espaço para objetos, entre outros.

Lexus RX vermelho
Lexus RX

Lexus RX

O Lexus RX, embora comercializado no Brasil, é um SUV de luxo raro nas ruas. Já nos Estados Unidos o utilitário tem sua relevância e faz parte da lista graças à cabine com acabamento impecável, no nível dos melhores europeus, segundo a Wards Auto. Itens como painel de instrumentos, central multimídia e detalhes de aço escovado também são destaques, assim como sua segunda fileira de assentos que dobram e se encaixam no assoalho, o que garante um amplo espaço no porta-malas.

Mercedes-Benz GLC
Mercedes-Benz GLC

Mercedes-Benz GLC

O terceiro SUV desta lista tem origem alemã e, claro, a típica (e boa) qualidade de construção dos modelos germânicos. O Mercedes-Benz GLC veio para substituir o quadrado GLK e trouxe consigo um design mais flúido e harmonioso. Por dentro não é diferente, pois o utilitário recebe linhas inspiradas em interiores já vencedores da publicação norte-americana, como o Classe S há dois anos e o Classe C em 2015. O SUV tem múltiplos equipamentos nas versões top de linha, como assentos traseiros com aquecimento, teto solar panorâmico e equipamentos de segurança ativa. O conforto dos ocupantes da frente foi ressaltado, assim como o vistoso painel de instrumentos com tela de alta definição e sistema de reconhecimento de voz.          

Nissan Maxima
Nissan Maxima

Nissan Maxima

A oitava geração do Nissan Maxima (sedã de categoria superior ao Altima) trouxe desenho mais ousado, que se repetiu na cabine. A Wards Auto destacou o interior em preto e bege, o volante de base achatada e um elemento metálico que atravessa todo o painel e chega as portas. Há também um sistema de cancelamento de ruído que deixa o sedã com bastante silêncio a bordo, o que o colocar frente a frente com sedãs de marcas alemãs e por um preço mais convidativo – pelo menos nos EUA.

Volvo XC90
Volvo XC90

Volvo XC90

O último veículo da lista dos melhores interiores de carros é o Volvo XC90. O utilitário sueco de luxo traz linhas sóbrias e limpas na sua cabine, mas possui detalhes que o destacam frente aos seus concorrentes, a exemplo do painel de instrumentos totalmente digital, central multimídia com tela disposta verticalmente e acabamento em madeira no painel, console central e portas. Os bancos com apoios de cabeça têm desenho moderno e os poucos botões (os comandos quase todos reunidos na central multimídia) dão um ar minimalista e bastante funcional para o grande SUV sueco.

Continua após a publicidade

Publicidade