Clique e assine por apenas 5,90/mês

Novo Logan 2021 tem mesinhas de Meriva e suporte de celular do Polo

Novas imagens revelam que sedã compacto vendido no Brasil pela Renault tem interior mais agradável e conserva o enorme porta-malas que o consagrou

Por Henrique Rodriguez - Atualizado em 29 set 2020, 13h54 - Publicado em 28 set 2020, 17h55
Reprodução/Internet

A Dacia, divisão romena da Renault, divulgou algumas imagens da nova geração de Sandero, Stepway e Logan, mas economizou nos detalhes do sedã compacto. Agora, imagens divulgadas pelo site Dacia Fans mostram o novíssimo sedã compacto em detalhes. E há boas surpresas.

Quer ter acesso a todos os conteúdos exclusivos de Quatro Rodas? Clique aqui e assine por apenas R$ 8.90

Enquanto a dianteira apenas repete as linhas vistas no Sandero, a traseira tem portas exclusivas e começa a ganhar volume já nas caixas de roda. Os vincos que nascem ali marcam o formato das lanternas, um pouco mais horizontais e menores do que no modelo anterior.

Reprodução/Internet

Só não há grande novidade no desenho da traseira. O terceiro volume tem caimento maior, mas os vincos da tampa traseira e até o spoiler integrado são muito parecidos com a geração que está de saída. Só o para-choque, com mais vincos e nicho da placa maior é que consegue dar novos ares.

O interior, sim, estava mantido em segredo. O painel com linhas horizontais podem até ter uma relação com o novo Duster, com quem também compartilha os comandos do ar-condicionado digital. Mas a central multimídia destacada faz a diferença. Ela tem integrado um suporte para celular, que ficará em uma boa posição ao lado da central multimídia. Repete uma estratégia vista nos Volkswagen Gol, Up! e Polo.

Continua após a publicidade
Reprodução/Internet

Algumas coisas não mudaram: o quadro de instrumentos ainda será analógico mesmo nas versões mais completas e, ainda que o volante tenha vários botões – até mesmo para comandar alguns assistentes autônomos – o som ainda será controlado pelo comando satélite atrás do volante. É possível ver, também, a presença de câmbio manual de seis marchas.

Reprodução/Internet

Na segunda fileira de bancos chama atenção a presença de mesinhas de bordo, como em aviões e como havia na saudosa Chevrolet Meriva. O espaço traseiro continua bom, assim como o porta-malas.

Reprodução/Internet

Nesta nova geração, o Logan (assim como o Sandero) troca a plataforma B0, que o acompanhava desde 2004, pela CMF-B, do Renault Clio europeu. Agora, tem 4,40 m de comprimento, 1,85 m de largura, 1,50 m de altura e 2,65 m, enquanto a capacidade do porta-malas chega aos 528 litros. 

Reprodução/Internet

Para o Velho Continente, haverá apenas três opções de motorização (e nenhuma diesel). Nas versões mais baratas, será o 1.0 aspirado de 66 cv, depois há o 1.0 turbo de 91 cv e, por fim, a opção 1.0 turbo de 101 cv movido a gás natural. Enquanto as versões de entrada terão câmbio manual de cinco marchas, as demais podem ser manual seis marchas ou CVT.

 

Reprodução/Internet

Na fábrica da Renault em São José dos Pinhais (PR) a nova família é representada por dois codinomes: Projetos XJF e XJI. O projeto que prevê a produção local dos novos hatch e sedã, contudo, ainda não foi aprovado pela matriz – que está atrasada, inclusive.

Reprodução/Internet
Reprodução/Internet
Continua após a publicidade
Publicidade