Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Renault Arkana para a Europa tem base do novo Sandero e estilo do Nivus

SUV cupê tem plataforma mais sofisticada na Europa, onde será posicionado acima do Captur

Por Gabriel Monteiro Atualizado em 28 set 2020, 08h34 - Publicado em 25 set 2020, 13h29
Divulgação/Renault

A Renault anunciou, enfim, o lançamento do SUV cupê Arkana no mercado europeu e reviveu antigas expectativas de o modelo chegar ao Brasil.

Criado para o mercado russo há quase dois anos, o Renault Arkana original é baseado na plataforma B0+ do novo Duster e posicionado como uma alternativa premium ao Captur. A Renault do Brasil até chegou a estudar sua produção no Brasil, mas o projeto não foi muito longe antes ser cancelado.

Quer ter acesso a todos os conteúdos exclusivos de Quatro Rodas? Clique aqui e assine por apenas R$ 8.90

O Arkana que será vendido na Europa é fabricado na Coreia do Sul (onde é vendido como Samsung) e tem design muito parecido, mas é tecnicamente muito diferente do irmão moscovita. Sua plataforma é a CMF-B, mesma do Clio e da nova geração do Sandero, prevista para o Brasil.

Divulgação/Renault

As dimensões são ligeiramente diferentes do carro russo, mas ainda é grandinho, ao contrário do Volkswagen Nivus: são 4,57 metros de comprimento, 1,82 metros de largura, 1,57 metro de altura e 2,72 metros de entre-eixos. É maior que um Jeep Compass, por exemplo.

  • Pelo menos o motor 1.3 turbo com versões de 140 e 160 cv é compatível com o porte avantajado e está sempre combinado a um sistema híbrido leve (MHEV) de 12V, que ajuda a poupar gasolina. O câmbio é automatizado de dupla embreagem com sete marchas.

    Continua após a publicidade
    Divulgação/Renault

    Para o futuro a Renault planeja o lançamento das versões híbridas E-Tech, que combina motor a gasolina 1.6 de 91cv de potência a dois elétricos de 48 e 22 cv. Essa formatação melhora, significativamente, a autonomia e o desempenho do veículo.

    Passando para as mudanças estéticas, o Arkana europeu recebeu leve mudança nos para-choques dianteiros e traseiros além de novas rodas, portas e entradas de ar que deram um visual mais esportivo para o SUV Cupê.

    Divulgação/Renault

    Internamente, as referências ao Renault Duster foram abandonadas elementos do Clio europeu ganharam espaço. Os materiais são refinados e o carro recebeu um banho de loja.

    O quadro de instrumentos pode ter uma tela de 4,2 polegadas ou ser todo digital, com tela de 10,2 polegadas. A central multimídia pode ser horizontal de 7 polegadas ou vertical de 9.3 polegadas e a lista de equipamentos pode incluir piloto automático adaptativo, frenagem de emergência, alerta de tráfego cruzado na traseira, auxílio de baliza, aviso de mudança de faixa e outros.

    Divulgação/Renault

    A nova versão do Renaut Arkana começará a ser vendida na Europa no primeiro trimestre de 2021. Por enquanto, resta nos contentar com a nova geração do Sandero e do Logan com a mesma plataforma.

    Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital.

    Quatro Rodas

    Quatro Rodas 737 60 anos
    Clique e Assine
    Continua após a publicidade
    Publicidade