Clique e assine com até 75% de desconto

Novo Chery Celer chega por R$ 38.990

Com carroceria sedã, modelo sai por R$ 39.990

Por Rodrigo Furlan (colaborou Marcio Ishikawa) Atualizado em 9 nov 2016, 14h27 - Publicado em 14 abr 2015, 16h01
fabricantes

A Chery oficializou nesta terça-feira (14) a chegada do novo Celer ao mercado brasileiro. Produzido na planta da montadora em Jacareí, no interior de São Paulo, o modelo estreia nas lojas com os preços iniciais de R$ 38.990, válido para a carroceria hatch, e R$ 39.990, para o sedã.

Visualmente, as mudanças estão no novo parachoque, nova grade frontal e faróis elípticos. Na traseira, as lanternas agora tem lâmpadas de LED, enquanto as laterais ganharam vincos pronunciados. No interior, o painel de instrumentos foi totalmente remodelado, agora molduras hexagonais e computador de bordo ao centro. A versão sedã ainda incorpora uma interessante novidade na abertura do porta-malas traseiro, no qual a tampa se eleva juntamente com o vidro traseiro, ampliando o acesso ao compartimento.

>> Confira nossa galeria do Novo Celer!

Nesta opção de entrada, o Celer traz itens de série como ar-condicionado, direção hidráulica, rodas de aço de 15 polegadas, travas e vidros elétricos, rádio com entrada USB e sensor de estacionamento. Por R$ 2 mil a mais, tanto o hatch quanto o sedã são oferecidos na versão Act, agregando rodas de liga-leve de 15 polegadas, rádio com CD e USB, alarme e faróis de neblina.

No que diz respeito ao conjunto mecânico, o novo Celer é equipado com bloco 1.5 16V flex de quatro cilindros, oferecendo 113 cavalos de potência quando abastecido com etanol e 109 se preenchido com gasolina, além de, respectivamente, 15,5 e 14 mkgf de torque. O câmbio manual de cinco marchas recebeu ajustes, com foco na eliminação de folgas e para tornar os engates mais curtos – o que, de fato, foi constatado no test-drive, embora ainda falte um pouco mais de suavidade nos engates.

O conjunto de suspensão e freios também foi ajustado, de modo a cair mais no gosto do brasileiro. Constatamos que molas e amortecedores estão mais firmes, propiciando uma menor rolagem da carroceria, enquanto os freios estão mais sensíveis e responsivos.

novo-chery-celer-seda.jpeg
Continua após a publicidade
Publicidade