Clique e assine por apenas 5,90/mês

Novo BMW Série 5 tem grade ainda maior para brigar com A6 e Classe E

Com rivais atualizados recentemente, o BMW Série 5 aposta em versões híbridas e retoques visuais leves para voltar à forma

Por Joaquim Oliveira - Atualizado em 27 Maio 2020, 14h54 - Publicado em 26 Maio 2020, 20h01
Novo BMW Série 5: frente ganhou grades ainda maiores Divulgação/BMW

O Série 5 é um dos modelos com mais história na BMW. Sua primeira geração foi lançada no já longínquo ano de 1972, mas mesmo hoje sua clássica carroceria sedã continua com aceitação muito boa a nível global.

Quer ter acesso a todos os conteúdos exclusivos de Quatro Rodas? Clique aqui e assine com 64% de desconto.

Isso fica mais claro ao ver que a atual geração, lançada em 2017, ter mais de 600.000 unidades emplacadas na Europa (número que provavelmente seria muito mais elevado se os X3 e X5, que ocupam faixas de preço parecidas, não existissem).

Traseira recebeu lanternas em formato de “L” e dupla saída de escape Divulgação/BMW

Agora é chegada a hora de sua atualização de meia vida. Visualmente, a traseira está mais limpa mas exibe novas saídas de escape trapezoidais e lanternas com efeito de profundidade e em forma de L, neste último caso presentes também nos faróis.

Talvez seja mais fácil identificar que se trata do Série 5 atualizado observando a grade em formato de rim, mais larga e mais alta – como vem se tornando tendência na BMW.

BMW 530e: versão híbrida gera até 292 cv de potência Divulgação/BMW

Por dentro as evoluções são também bastante sutis: mais partes em black piano, novo arranjo de comandos no volante multifuncional e painel com novas opções de cores.

Já a central multimídia agora tem tela de 10,25 polegadas (com uma de 12,3″ como opcional) associada ao novo sistema operacional 7.0 (de série em todas as versões) com novos gráficos e funções também no quadro de instrumentos digital.

A gama de motorizações concentra as maiores mudanças com foco em eletrificação. Agora há cinco variações híbridas plug-in, tanto no sedã como na perua Touring: 530e com rendimento máximo do sistema de 292 cv e autonomia elétrica entre 62 a 67 km, com tração traseira ou 4×4, e 545e xDrive sedã com rendimento máximo combinado de 286 cv e autonomia de 54 a 57 km.

Agora são cinco versões híbridas plug-in Divulgação/BMW

E todos os cinco equipados de série com a função eDrive Zone, que desliga o motor a gasolina para forçar o modo 100% elétrico em zonas indicadas como “verdes”.

Por outro lado, todos os motores de quatro e de seis cilindros dispõem a partir de agora de tecnologia híbrida parcial, ou seja, um motor de partida ou gerador elétrico que garante um pequeno “boost” elétrico de 8 kW ou 11 cv, que ajuda nas retomadas de velocidade e a “preencher” os milésimos de segundo de interrupção de potência quando a caixa automática de oito velocidades executa uma troca de marcha.

Interior tem tela de até 12,3 polegadas como opcional Divulgação/BMW

Vale recordar quais são as opções mecânicas que recebem esse auxílio elétrico. Tudo começa com o 520i, com um motor 2.0 de 184 cv e 29,6 kgfm, passando ao 530i, com o mesmo motor 4 cilindros e 2 litros, mas com 252 cv e 35,7 kgfm, também oferecido em versão 4×4.

Por fim, o 540i, com motor 3.0, seis cilindros em linha, de 333 cv e 45,8 kgfm com opção de tração traseira ou nas quatro rodas e o M550i, o único com motor V8, de 4.4 litros, com 530 cv e 76,4 kgfm, sempre com tração integral e sem versão perua.

Perua BMW 530i: modelo tem motor a gasolina de até 292 cv Divulgação/BMW

Há mais três versões diesel: 520d com motor 2.0 de 190 cv e 40,7 kgfm e tração traseira ou nas quatro rodas; 530d, com motor 3.0, seis cilindros, de 286 cv e 66,2 kgfm, também com dupla opção de tração e pelo 540d, com motor 3.0, seis cilindros, de 340 cv e 71,3 kgfm, apenas 4×4.

Continua após a publicidade

Para aumentar a exclusividade do novo Série 5, há os pacotes M Sport com rodas Air Performance e a versão de lançamento M Sport Edition.

No caso do pacote M Sport o design dos para-choques é mais “musculoso” graças aos novos recursos aerodinâmicos. Essa mesma preocupação existe com as rodas de liga leve, cuja construção especial permite que sejam mais leves e aerodinâmicas.

Ao contrário do Brasil, segmento das peruas ainda faz sucesso na Europa Divulgação/BMW

Já a versão M Sport Edition estará em edição limitada a 1.000 unidades para o mundo inteiro. Inclui o pacote M Sport e um acabamento em pintura metalizada em cinza escuro (Donington Grey).

Um dos valores mais sagrados do fabricante bávaro é o do comportamento dinâmico, razão pela qual é possível optar entre três tipos de suspensão: M Sport, Adaptive M e Adaptive M Professional, que incluem a estabilização ativa de rolamento da carroceria.

A versão mais recente da Direção Ativa Integral (opcional) pode ajudar o motorista nas manobras ao girar as rodas traseiras mesmo a velocidades abaixo de 3 km/h.

Novas rodas de liga leve tem acabamento mais esportivo Divulgação/BMW

Nestes tempos de aumento da assistência à condução, qualquer novo modelo surge com funções ainda mais desenvolvidas e o renovado Série 5 não é exceção.

O sistema de aviso de mudança de faixa passa a dispor de função de retorno à faixa original através de correção na direção e a navegação tem uma função ativa para avisar com antecedência quando será necessário mudar de faixa.

Assistente de faixa está mais inteligente e até avisa com antecedência se será necessário mudar de faixa Divulgação/BMW

Já o assistente de estacionamento assume o controle da direção em manobras de marcha à ré de até 50 metros e o novo Drive Recorder permite que o condutor grave e armazene vídeos do que se passa em volta do veículo.

Outra novidade é o visualizador 3D do entorno do carro que permite ter uma ideia mais concreta da situação do trânsito.

O novo BMW Série 5 começa a ser vendido na Europa no segundo semestre deste ano e deve chegar ao Brasil em 2021.

Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da edição de maio da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital.

 

Continua após a publicidade
Publicidade