Dodge Challenger SRT Demon terá ar-condicionado… para o motor!

Resfriamento forçado será utilizado para aumentar a potência do motor

Motor V8 com supercharger do futuro Demon poderá receber ar frio do ar-condicionado de cabine

Motor V8 com supercharger do futuro Demon poderá receber ar frio do ar-condicionado de cabine (Divulgação/Dodge)

O calor pode ser considerado um dos maiores inimigos dos carros esportivos. Ok, pneus na temperatura certa são desejáveis, mas o rendimento volumétrico do motor é bastante sensível à temperatura do ar que é admitido por ele.

Quanto menor a temperatura, maior a massa de mistura ar-combustível que caberá na câmara de combustão. Na prática, a redução de 10°C ou 15°C na temperatura externa pode a potência em até 5 cv no caso de motores “comuns”.

Nos motores de grande potência, a diferença pode ser ainda maior. Por isso a Dodge tomou uma medida um tanto extrema no tão propalado Challenger SRT Demon: em modo Drag, que tira o máximo de seu motor V8 com supercharger, será ativado um sistema de esfriamento forçado que envolve o ar-condicionado do carro.

Caso os sensores identifiquem que o motor está muito quente, o ar frio do sistema de ar-condicionado da cabine também será direcionado para a admissão do motor. O objetivo é fazer com que o ar a ser admitido passe mais frio pelo compressor mecânico que força o ar para dentro dos cilindros – princípio semelhante ao do funcionamento do intercooler, que por sinal o Demon também terá.

Resfriamento forçado entraria em ação em modo Drag, específico para aceleração de quarto de milha

Resfriamento forçado entraria em ação em modo Drag, específico para aceleração de quarto de milha (Divulgação/)

A redução na temperatura ficaria ao redor dos 20°C, o que faria uma boa diferença no tempo para o esportivo percorrer o quarto de milha (402 metros), que para os norte-americanos é tão importante quanto o tempo de 0 a 100 km/h.

O Dodge Challenger SRT Demon promete ser ainda mais insano do que o Hellcat, que já tira 717 cv e 88,1 mkgf de torque do motor V8 6.2 HEMI Supercharged, acelerando de 0 a 100 km/h em 3,5 segundos e com velocidade máxima de 320 km/h.

O grupo FCA promete que o Demon terá mais de 800 cv e quase 100 mkgf de torque. Além disso, ele terá uma redução de peso de mais de 100 kg – incluindo aí a retirada dos bancos dos passageiros da frente e de trás!

Esportivo terá pneus dianteiros mais largos que os traseiros

Esportivo terá pneus dianteiros mais largos que os traseiros (Divulgação/Dodge)

Em comparação com o Hellcat, o Demon ainda terá tomadas de ar maiores e rodas dianteiras mais largas, a ponto dos pneus serem maiores do que os usados pelos Lamborghini nas rodas traseiras, com o objetivo de manter o controle do carro quando em aceleração. Imagine o que vem por aí…

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

  1. Alguém sabe me informar se esse sistema será exclusivo do Demon? Pois não vi nada a respeito disso no Hellcat