Lenda no Brasil, Alpine A110 renasce em Genebra

De volta pelas mãos da Renault, esportivo terá estrutura leve e motorização com mais de 300 cv

Após anos de rumores e expectativas, o Alpine A110 enfim está pronto. O esportivo retrô apareceu em suas primeiras imagens oficiais e teve sua estreia confirmada para a próxima semana, durante o Salão de Genebra.

Na França, as primeiras 1.995 unidades (que pertencerão a uma série especial de lançamento) deverão custar cerca de 55 mil euros, ou R$ 182.000 em conversão direta, mirando a concorrência de Porsche Caymann e Audi TT.

Esportivo repete os traços de seu antecessor dos anos 60 Esportivo repete os traços de seu antecessor dos anos 60

Esportivo repete os traços de seu antecessor dos anos 60 (Divulgação/)

Os Alpine A108 e A110 foram um enorme sucesso na década de 1960, tanto no mercado como nas competições. Eles teriam uma versão brasileira idêntica e fabricada sob licença pela Willys Overland com o nome Interlagos. Por aqui, ele fez história nas pistas, nos chamados tempos de ouro do automobilismo brasileiro, quando equipes de fábrica da DKW, FNM e Willys competiam entre si.

Willys Interlagos

 (arquivo/Quatro Rodas)

Apesar dos traços modernos e da iluminação por leds, o novo A110 foi totalmente inspirado no modelo da década de 1960, com faróis divididos em dois pares, traseira baixa e vidro traseiro curvo. É na mecânica, porém, que a modernidade fala mais alto.

Com uma nova plataforma de alumínio, o esportivo deverá ter pouco mais de 1.000 kg e boa dose de rigidez – complementada pela aerodinâmica, uma vez que ele terá piso plano e difusores de ar. Os bancos também serão leves, com cerca de 13 kg cada.

Plataforma superleve e motorização turbo farão com que ele vá de 0 a 100 km/h em aproximados 4,5 segundos Plataforma superleve e motorização turbo farão com que ele vá de 0 a 100 km/h em aproximados 4,5 segundos

Plataforma superleve e motorização turbo farão com que ele vá de 0 a 100 km/h em aproximados 4,5 segundos (/)

Ainda não há informações oficiais de qual será o motor responsável por empurrar o A110, mas especulações apontam para um 1.8 turbo de aproximadamente 300 cv ou um inédito 2.0 turbo que, posteriormente, será utilizado também no Renault Megane RS 2018. De qualquer forma, outros rumores dizem que o Alpine irá de 0 a 100 km/h em 4,5 segundos.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s