Clique e Assine QAUTRO RODAS por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

Lamborghini Aventador terá produção retomada após naufrágio de navio

Unidades da série limitada que marcava o fim da produção do Lamborghini Aventador foram perdidas e serão reconstruidas

Por Henrique Rodriguez Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
17 mar 2022, 12h52

Após o naufrágio do navio Felicity Ace, cerca de 4.000 carros de marcas do Grupo Volkswagen foram estacionados para sempre a cerca de 3.000 m de profundidade na costa de Portugal. Havia carros convencionais, mas outros eram exemplares muito especiais.

Assine a Quatro Rodas a partir de R$ 9,90

Em seus andares de estacionamento, o navio RoRo levava 85 Lamborghini. A grande maioria eram Urus, mas 15 deles eram exemplares do Aventador Ultimae, a série limitada a 600 que marcou o fim da produção do superesportivo. Para a sorte dos compradores norte-americanos, a fabricante está disposta a retomar a produção do Aventador para atender aos pedidos.

Lamborghini Aventador Ultimae prata visto de trás
(Divulgação/Lamborghini)

“Reunimos nossos diretores e, por sorte, estamos dispostos a substituir esses carros, então não haverá perda para nossos clientes nos Estados Unidos. Isso é uma boa notícia. Todos os outros carros poderão ser substituídos. O Aventador será complicado, mas faremos isso”, disse o CEO da Lamborghini, Stephan Winkelmann.

Continua após a publicidade
Lamborghini Aventador Ultimae prata visto de lado
O modelo Ultimae é o Aventador de rua mais rápido já produzido (Divulgação/Lamborghini)

O CEO da Bentley, Adrian Hallmark, também garantiu que a empresa vai fabricar novamente os 189 carros que estavam na embarcação em até seis meses. A Audi, que perdeu 1.800 no naufrágio, também fabricará novamente essas unidades. Só não está claro, ainda, como a Porsche fará com as 1.100 unidades que também foram perdidas.

Lamborghini Aventador Ultimae prata visto de trás
O motor utilizado pelo superesportivo é um V12 6.5 aspirado (Divulgação/Lamborghini)

A Porsche, inclusive, já enfrentou situação semelhante a da Lamborghini. Em março de 2019 o navio Grande America afundou na costa da França com 37 carros da Porsche. Eles saíram de Hamburgo, na Alemanha, com destino ao Brasil.

Continua após a publicidade

Entre eles estavam as quatro últimas unidades do 911 GT2 RS. Àquela altura, o esportivo com produção limitada já estava fora de linha. A Porsche do Brasil, então, pediu a matriz para reativar a produção do carro para entregar as unidades aos compradores brasileiros. Cada carro teria custado R$ 2,3 milhões. As entregas aconteceram no segundo semestre do mesmo ano.

cargueiro incendio
Felicity Ace após o incêndio ter sido controlado (Marinha Portuguesa/Facebook)

O naufrágio do Felicty Ace aconteceu em 1° de março enquanto estava sendo rebocado. Ele havia enfrentado um incêndio, que começou em 16 de fevereiro. Quando começou a ser rebocado, o incêndio já havia sido controlado. Contudo, sua estrutura ficou abalada. Agora repousa a 46 quilômetros do limite da Zona Econômica e Exclusiva de Portugal, onde a profundidade é de aproximadamente 3.000 metros.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Quatro Rodas impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 14,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.