Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Jeep Commander já passa dos R$ 300.000 com novo aumento de preços

Com três reajustes em menos de cinco meses, o SUV de sete lugares já ficou até R$ 21.500 mais caro desde o seu lançamento, em agosto de 2021

Por Guilherme Fontana 7 jan 2022, 11h51

O Jeep Commander começou 2022 com um novo aumento de preços – o terceiro desde que foi lançado, há menos de cinco meses. Desta vez, os reajustes chegam a R$ 7.500 e fazem o SUV de sete lugares ultrapassar os R$ 300.000.

Assine a Quatro Rodas a partir de R$ 9,90

A partir de agora, o Commander não sai por menos de R$ 212.990, valor cobrado pela versão de entrada Limited com motor 1.3 turbo flex de até 185 cv de potência. Já a Overland, a flex mais cara, passa a custar R$ 239.990 iniciais, R$ 6.000 a mais do que em dezembro de 2021.

Os maiores acréscimos foram aplicados às versões com motor 2.0 turbo diesel de 170 cv. A Limited agora sai por R$ 274.490, enquanto a Overland parte de R$ 301.490, representando um aumento de R$ 7.500, o maior da linha.

Continua após a publicidade

Jeep Commander
Desenho do Jeep é mais elegante e sóbrio; o teto é sempre preto Fernando Pires/Quatro Rodas

Veja os novos preços do Jeep Commander

dezembro/21 janeiro/22 Diferença
Limited flex R$ 207.990 R$ 212.990 R$ 5.000
Overland flex R$ 233.990 R$ 239.990 R$ 6.000
Limited diesel R$ 267.990 R$ 274.490 R$ 6.500
Overland diesel R$ 293.990 R$ 301.490 R$ 7.500
Compartilhe essa matéria via:

Sucessivos reajustes

Desde que foi lançado no mercado brasileiro, em agosto de 2021, o Commander já ficou até R$ 21.500, como é o caso da versão Overland a diesel, seguida da Overland flex, que já aumentou em até R$ 20.000. As configurações Limited, com motores flex e diesel, subiram R$ 13.000 e R$ 14.500, respectivamente, desde o lançamento.

O primeiro reajuste foi feito em outubro, antes mesmo de o primeiro comprador receber o SUV. Na época, assim como ocorre com o Fiat Pulse, o acréscimo atingiu clientes que já haviam fechado negócio – e precisaram arcar com a diferença.

Um mês e meio depois, no início de dezembro (portanto, há um mês), o modelo ficou mais caro novamente, ultrapassando os R$ 290.000. Na ocasião, os aumentos foram de até R$ 6.000.

Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital.

A edição 752 de QUATRO RODAS já está nas bancas!
Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Continue lendo, sem pisar no freio. Assine a QR.

Impressa + Digital

Plano completo da QUATRO RODAS! Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da QUATRO RODAS, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

Comparativo entre os principais modelos do mercado.

Tudo sobre as novidades automobilísticas do Brasil e do exterior.

Receba mensalmente a QUATRO RODAS impressa mais acesso imediato às edições digitais no App QUATRO RODAS, para celular e tablet.

a partir de R$ 14,90/mês

ou

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Acesso ilimitado ao Site da QUATRO RODAS, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

Comparativo entre os principais modelos do mercado.

Tudo sobre as novidades automobilísticas do Brasil e do exterior.

App QUATRO RODAS para celular e tablet, atualizado mensalmente.

a partir de R$ 9,90/mês