Guerra silenciosa

Sistemas inteligentes produzem ondas sonoras para anular o barulho indesejável a bordo dos veículos

geral geral

geral (/)

Quando não quer levar bronca, criança tampa os ouvidos e cantarola: lá-lá-lá-lá-lá… Pode ser que a inspiração tenha vindo daí, não se sabe. Mas o fato é que esse é o princípio dos sistemas de cancelamento ativo de ruídos, o Active Noise Cancellation (ANC), que fábricas como Audi, Ford e Mercedes, entre outras, utilizam em alguns de seus modelos.

“O princípio da técnica ativa é captar o campo vibroacústico indesejado e gerar um campo invertido, com diferença de fase de 180 graus”, explica o diretor da SAE Brasil, Samir Gerges. Em outras palavras, combater um ruído com outro ruído para oferecer mais conforto acústico aos usuários. Basicamente, o ANC é composto por microfones instalados na cabine que captam o ruído e o devolvem invertido pelos alto-falantes do sistema de áudio. Todo o trabalho de interpretação dos ruídos de alta frequência (acima de 2 000 Hz), vindos de motor, acessórios (como o ar-condicionado), pneus e vento, é feito por um módulo eletrônico. “Música e voz humana trabalham numa baixa frequência (de 100 a 700 Hz), assim não sofrem interferência do ANC”, afirma o engenheiro Alfredo Guedes Junior, supervisor da Honda, que aplica o sistema no modelo Accord vendido no Brasil.

DIRETO NA FONTE

Existe outro tipo de atenuador de ruído que trata o som gerado diretamente no escapamento. Para isso, ele conta com dois sensores (um antes e outro depois do silencioso), caixas acústicas (instaladas dentro do silencioso) e um sistema de controle digital. “Esse sistema ainda é muito caro e por isso não há aplicação comercial”, diz o engenheiro Gerges. Porém ele é bem mais eficiente: enquanto o sistema de cabine reduz o volume em até 10 decibéis, o segundo chega a 30.

COMPOSIÇÃO DE ONDAS

655_novas_02.jpeg 655_novas_02.jpeg

655_novas_02.jpeg (/)

SENSORES

Microfones espalhados pela cabine (em vermelho) captam os ruídos gerados. O controle ativo atua sobre os ruídos de alta frequência, de até 1200 Hz

AUTO-FALANTES

O sistema de áudio (azul) emite sons na mesma frequência dos ruídos captados, porém com um perfil de onda invertido, que ajuda a anular a vibração percebida pelo ouvido humano

PROCESSADOR

O módulo eletrônico recebe o sinal dos sensores, identifica os ruídos captados e ordena a ação dos alto-falantes

ESPORTIVO? PODE AUMENTAR!

Para os que consideram o som do motor música para os ouvidos, os fabricantes usam recursos para amplificar esse tipo de ruído. O Mercedes A 45 AMG conta com um flap no sistema de escapamento que é continuamente ajustado de acordo com a exigência do motorista em termos de velocidade, carga no acelerador e ajuste do câmbio (Comfort ou Sport). Já nos modelos aspirados da Porsche o sistema de exaustão conta com duas válvulas pneumáticas no abafador que podem ser acionadas para o motor roncar a plenos pulmões. E os Audi S7 e A1 Sport são equipados com sonorizador que amplifica o ruído interno para dar a sensação de mais esportividade aos ouvidos do motorista.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s