Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Fiat terá SUV cupê com visual de BMW X4, base do Cronos e preço do T-Cross

Projeto 376 será lançado no Brasil daqui a um ano e usará o mesmo motor 1.3 turboflex da nova Toro

Por Henrique Rodriguez 16 abr 2021, 17h26
PROGETTO 376
Projeto 376 será SUV cupê compacto com preço de T-Cross e motor do Compass e da nova Toro Renato Aspromonte/Quatro Rodas

Duas fabricantes vêm mostrando talento em disfarçar o aproveitamento de peças ao criar novos carros. O Volkswagen Nivus, por exemplo, camufla muito bem que tetos e portas são os mesmos do Polo, mas a Fiat usa essa técnica há mais tempo. O Mobi é uma versão curta do Uno e a Strada mistura partes do chassi de Mobi, da Fiorino (que por sua vez aproveitava a antiga Strada) e mecânica do Argo.

Clique aqui e assine Quatro Rodas por apenas R$ 8,90 

Essa salada com peças de prateleira agora promete um novo capítulo com a inédita linha de SUVs da Fiat. Os projetos 363 (SUV compacto) e 376 (SUV cupê compacto) estarão intimamente ligados onde se vê e onde não se vê.

A estratégia da Fiat será o inverso da adotada pela VW com Nivus e T-Cross. Em vez de o SUV cupê ser mais barato, ele será mais caro na linha Fiat. O 376 terá preço ao redor dos R$ 120.000.

  • O projeto 376 também será maior: espere entre-eixos ao redor dos 2,60 m (o 363 mantém os 2,52 m do Argo), pois não poderá se aproximar tanto dos 2,64 m do Jeep Compass. A plataforma, porém, será a mesma MP1, de Argo, Cronos e 363, que foi criada aproveitando 20% da estrutura do Punto. Por conta do balanço traseiro maior, o Cronos foi usado como ponto de partida para o projeto. 

    Continua após a publicidade
    Fiat 376 flagra
    Mula de testes usa carroceria do Cronos, mas bitola é alargada para ter porte do Compass Guilherme Fontana/Quatro Rodas

    Outras boas semelhanças e diferenças estarão no visual o 376 terá design mais classudo. A dianteira também será alta, mas trocará os exageros estéticos que evocam o uso off-road, por elementos de estilo mais elaborado. A Fiat também faz essa diferenciação entre Argo e Cronos, que têm grade e para-choque dianteiro distintos mas compartilham faróis, capô e para-lamas.

    Fiat 376 flagra
    Balanço dianteiro mais longo será aproveitado pelo SUV cupê Guilherme Fontana/Quatro Rodas

    O grande cartão de visitas do Fiat Projeto 376, entretanto será a traseira com caimento de cupê, que lembrará bastante o estilo adotado no BMW X4, por exemplo. A criação foi motivada pelo sucesso do conceito Fiat Fastback, mostrada há quase três anos no Salão de São Paulo. Não à toa, o carro definitivo também terá lanternas fininhas de leds que acompanharão o forte vinco da lateral.

    O Fiat 376 será lançado daqui a um ano, bons meses depois do 363, que está previsto para meados do segundo semestre. Isso porque os testes de rua do 376 só começaram há algumas semanas, no Brasil e na Suécia, onde ocorrem as provas dos controles de estabilidade e tração. Tudo porque o carro precisará estar pronto no próximo inverno do hemisfério norte. 

    O SUV cupê da Fiat terá o motor 1.0 GSE T3 nas versões de entrada e o 1.3 GSE T4, que fará sua estreia nas linhas 2022 de Fiat Toro e Jeep Compass. Com quatro cilindros, terá mais de 180 cv em sua versão flex e 27,5 kgfm, e será combinado a um câmbio automático de seis marchas Aisin.

    Ainda terá central multimídia de 10,1”, painel de instrumentos digital em 7,5” ou 10,25”, seis airbags (o 363 terá apenas quatro, frontais e laterais) e até piloto automático adaptativo, além dos recursos de conectividade que Fiat e Jeep vêm implantando junto a Tim e Amazon. Na prática, seria como um Renault Arkana, que a marca francesa desistiu de lançar no Brasil. Ainda dá para voltar atrás.

    Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital.

    Capa Quatro Rodas 744 Abril 2021
    Arte/Quatro Rodas
    Continua após a publicidade
    Publicidade