Clique e assine por apenas 8,90/mês

Eis o novo Chevrolet Onix, ou seria Prisma? Veja detalhes e painel do sedã

Batizado como o nosso hatch na China, modelo chega em breve ao Brasil com motores três cilindros e turbo, mas qual será seu nome?

Por Gabriel Aguiar e Leonardo Felix - Atualizado em 21 mar 2019, 18h06 - Publicado em 21 mar 2019, 17h56
Nova geração do Prisma será rebatizada como Onix Sedan AutoHome.cn/Internet

O novo Chevrolet Onix – quer dizer, Prisma – foi revelado oficialmente na China.

O modelo já tinha sido mostrado em imagens vazadas de patente em outubro do ano passado, mas só agora apareceu oficialmente em uma versão esportiva. Também vem circulando por aí um flagra do interior.

Antes de mais nada, vamos desfazer a confusão dos nomes: o gigante asiático vai aproveitar a alcunha do nosso hatch para batizar o sedã compacto que, no Brasil, seria teoricamente a terceira geração do nosso Prisma.

Ou não? A poucos meses do lançamento do três-volumes, a decisão sobre a sequência do nome “Prisma” parece incerta. A fabricante pode optar por mantê-lo, ou… adotar o padrão global e passar a chamá-lo de Onix também em nosso mercado.

Continua após a publicidade

Caso seja esta a decisão, as opções seriam chamá-lo de Onix Sedan ou… Onix Plus, e aí descobriríamos que esta nomenclatura se referia o tempo todo ao sedã e não ao hatch.

Faz sentido se observarmos que o sedã em questão não substituirá apenas o atual Prisma, mas também o Cobalt.

Modelo será vendido junto com o atual, que será mantido na versão Joy AutoHome.cn/Internet

Sobre o produto apresentado na China, há diferenças importantes em relação à versão antecipada pela QUATRO RODAS: os faróis têm projetores, o para-choque ganhou frisos vermelhos e as rodas têm 16 polegadas de diâmetro.

Na parte traseira, lanternas são bipartidas – no Onix hatch brasileiro, seguirão um padrão menos refinado -, e contam com assinatura em led na forma de flechas, inspiradas no SUV americano Blazer.

Continua após a publicidade

Vale observar que o sedã revelado lá estava fechado, mas um flagra do painel publicado pelo site chinês AutoHome mostra que ele será muito parecido com aquele já revelado no futuro Tracker – que, não por acaso, também compartilhará a plataforma.

A central multimídia ficará em posição elevada e em tela semi-flutuante.

Ao menos na unidade flagrada não havia ar-condicionado digital, borboletas para trocas de marchas no volante ou partida por botão, o que indica se tratar de uma versão intermediária.

Painel será inspirado na próxima geração do Tracker AutoHome.cn/Internet

Por aqui, o novo Onix hatch chegará em julho (com o sobrenome Plus), enquanto o sedã virá em setembro. Os modelos atuais, por sua vez, seguirão à venda na opção de entrada Joy.

Continua após a publicidade

A nova plataforma GEM foi desenvolvida pela Chevrolet em conjunto com o fabricante chinês Saic. Pelos flagras, dá para notar o aumento nas dimensões dos modelos, principalmente no entre-eixos.

No caso do Onix sedã chinês – ou Prisma brasileiro -, a distância entre os dois eixos chegará a 2,60 metros, contra 2,53 m do Prisma atual. Ainda não se sabe se o hatch acompanhará o aumento ou se, tal qual acontece com Polo e Virtus, terá entre-eixos encurtado.

Além disso, haverá novos motores de três cilindros, de origem Opel: 1.0 aspirado para as versões de entrada e 1.0 turbo com injeção direta flex para as configurações topo de linha.

O Prisma se chamará simplesmente Onix na China porque, muito provavelmente, não terá a companhia do irmão hatch.

Continua após a publicidade

Em nosso mercado o nome Onix deve seguir de uso exclusivo do dois-volumes, com o sobrenome “Plus” sendo usado para diferenciá-lo da geração atual. Já o sedã deve continuar sendo chamado de… Prisma.

Publicidade