Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Com opção manual, Nissan Z retorna das cinzas com V6 e mais de 400 cv

Chamado apenas de Z, o novo esportivo ressuscita a família que recebeu o último lançamento em 2008

Por João Vitor Ferreira Atualizado em 19 ago 2021, 16h50 - Publicado em 18 ago 2021, 18h58
Nissan Z duas versçoes
Divulgação/Nissan

Quem acompanhou os desenhos japoneses na infância, deve estar acostumado a ver um personagem morrer e depois voltar ainda mais poderoso. Ao que parece que as montadoras de lá estão querendo embarcar nessa onda também. Assim como a Honda anunciou o retorno do Integra essa semana, agora Nissan revelou que o esportivo Z também retornará das cinzas.

Clique aqui e assine Quatro Rodas por apenas R$ 8,90

O 2023 Nissan Z, de sétima geração, foi lançado em um evento especial em Nova Iorque, nos EUA. Chegando treze anos depois do último lançamento da linha, a Nissan apostou na nostalgia, adicionando detalhes no design que retratam os antecessores.

A silhueta, por exemplo, remete ao primeiro modelo lançado há quase 50 anos. Assim como os faróis, também inspirados no 240Z de 1973. A grade é original e traz muito do que foi mostrado no conceito Proto Z, apresentado no ano passado. O capô alongado e a traseira mais curta estão presentes e são marcas registradas da família.

Novo Nissan Z vista lateral
Essa é a primeira que um carro da família Z não tem um número atrelado ao nome Divulgação/Nissan

Ao todo, a Nissan irá disponibilizar nove opções de pintura. Seis delas com dois tons — todas com o teto preto — e três com apenas um. Sport, Performance e Proto Spec serão as três versões disponíveis. A principal diferença entre eles está nas rodas. Na versão Sport elas são aro 18’’. Já as outras duas tem o mesmo aro 19’’ da versão conceito. Porém, as do Proto Spec são feitas de bronze pela Rays, além de terem pinças de freio na cor amarela.

Nisan Z 2023 Traseira
A Nissan não informou números exatos sobre o desempenho, mas garantiu que a aceleração de 0 a 100 km/h será cerca de 15% mais rápido que a do antecessor Divulgação/Nissan

O motor será um potente V6 3.0 biturbo de 405 cv e 48,4 kgfm. O câmbio manual de seis marchas é a opção para não decepcionar os fãs mais antigos. Já o pessoal da “geração Z”, provavelmente, irá preferir a versão com transmissão automática de 9 velocidades, borboletas no volante e diferencial de deslizamento limitado (exceto para a Sport). Em ambas a tração é traseira.

Continua após a publicidade

A opção automática inclui dois modos exclusivos de direção. No modo padrão, o Z fica mais manso e é ideal para o dia dia. Mas se você quer desfrutar de toda a potência do esportivo, o Sport é o modo ideal. Nesse, o carro oferece controle de aceleração mais rápido, aprimoramento de som ativo e configuração de controle dinâmico de veículo. O câmbio manual tem sistema avançado de controle de largada, porém não é oferecido para a versão Sport. Para a transmissão automática, o sistema que proporciona uma largada mais suave é oferecido em todas as versões.

detalhe do Spoiler Nissan Z
A versão Proto Spec também recebe spoiler exclusivo na traseira Divulgação/Nissan

Para manter o bom desempenho, a equipe da Nissan tomou cuidados especiais na dirigibilidade do novo Z. O chassi mais rígido, direção elétrica com suporte de cremalheira, forte toque mecânico e pneus dianteiros mais largos contribuem para que veículo seja 13% melhor nas curvas que o seu antecessor. O amortecimento também melhorou. Em relação ao 370Z, o novo design com amortecedores de monotubo tem diâmetro maior, resultando em uma redução de quase 20% na força de amortecimento. Já a suspensão dianteira tem braço duplo triangular de alumínio, com nova geometria e ângulo de caster aumentado, melhora a estabilidade nas retas.

Na cabine, mais homenagens. O painel de instrumentos de 12,3’’ é digital e personalizável. Outros três mostradores analógicos para velocidade da turbina, impulso do turbocompressor e um voltímetro, estão localizados logo acima do console central. Essa inspiração veio das gerações anteriores da família.

Como padrão, o Nissan Z tem tela touchscreen de infoentretenimento de 8’’ com conectividade Apple CarPlay e Android Auto. A versão Proto Spec recebe tela exclusiva de 9’’ e sistema de som Bose com 8 alto-falantes e cancelamento de ruído.

painel Nissan Z
A Nissan buscou conselhos do motorista do Nissan Super GT500 Tsugio Matsuda, para dar ao Z uma cabine de carro esportivo ideal para várias situações Divulgação/Nissan

As versões básicas estarão disponíveis logo no lançamento, marcado para o segundo trimestre de 2022, com a Proto Spec, limitada a 240 unidades, chegando posteriormente. Segundo a Nissan, os preços começam na casa dos U$ 40.000, ou R$ 215.200 na cotação atual.

Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital.

Edição de julho
A edição 747 de QUATRO RODAS já está nas bancas! Quatro Rodas/Quatro Rodas
Continua após a publicidade

Publicidade