Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Novo Nissan Kicks enfrenta Chevrolet Tracker Premier: turbo ou aspirado?

De um lado, o Tracker com motor 1.0 turbo não raro é o mais vendido do segmento, mas o Kicks insiste no motor 1.6 aspirado e agora está mais equipado

Por Paulo Campo Grande Atualizado em 9 abr 2021, 20h23 - Publicado em 9 abr 2021, 09h47
Kicks e Tracker
Os SUVs travaram um confronto equilibrado Fernando Pires/Quatro Rodas

As mudanças que a Nissan fez deram uma boa atualizada no Kicks, que agora está mais sintonizado com o estilo do segmento – o qual existe independentemente da identidade visual das marcas.

Clique aqui e assine Quatro Rodas por apenas R$ 8,90

Repare como ele e o Tracker seguem a mesma tendência estética, com grades dianteiras grandes, faróis afilados e para-lamas salientes.

Visto de lateral, o Tracker é mais trabalhado, com a presença de vincos, enquanto na traseira, onde o Kicks ganhou uma régua unindo as lanternas, ele se torna mais discreto. E, por dentro, O Chevrolet também exibe mais elementos diante do Nissan, mais limpo. Mas em ambos prevalecem as linhas horizontais do painel.

Comparativo Chevrolet Tracker x Novo Nissan Kicks QUATRO RODAS
O Tracker exibe um design mais recortado por vincos e frisos Fernando Pires/Quatro Rodas

A disputa entre os dois SUVs foi equilibrada. Na cabine, por exemplo, o Tracker tem mais espaço para quem viaja no banco de trás, mas o Kicks oferece maior capacidade do porta-malas. São 432 litros contra 393 litros.

Na vida a bordo, os dois entregam as mesmas facilidades como volante multifuncional, partida por botão (com chave presencial), computador de bordo, ar-condicionado digital (monozona) e central multimídia com tela de 8”, compatível com os sistemas CarPlay e Android Auto.

Comparativo Chevrolet Tracker x Novo Nissan Kicks QUATRO RODAS.
Fernando Pires/Quatro Rodas

Existem diferenças em alguns recursos disponíveis. O Tracker, por exemplo, é o único com Wi-Fi nativo e serviço de assistência remota OnStar, ambos por assinatura. E o Kicks tem HD próprio de 10 GB e sistema de som Bose Personal.

Comparativo Chevrolet Tracker x Novo Nissan Kicks QUATRO RODAS
O Tracker tem central multimídia flutuante. Fernando Pires/Quatro Rodas

Em matéria de motorização, o Chevrolet leva a melhor. Ele traz um conjunto mais moderno formado pelo motor 1.0 de três cilindros turbo, que gera 116 cv de potência a 5.500 rpm e 16,8 kgfm de torque a 2.000 rpm, e o câmbio automático de seis marchas (com trocas manuais na alavanca).

  • O Kicks, por sua vez, conserva o mesmo motor do lançamento, 1.6 de quatro cilindros aspirado, com 114 cv a 5.600 rpm e 15,5 kgfm a 4.000 rpm, junto com o câmbio automático CVT (com modo Sport e seis marchas virtuais).

    Comparativo Chevrolet Tracker x Novo Nissan Kicks QUATRO RODAS.
    No Kicks, a central multimídia é embutida no painel. Fernando Pires/Quatro Rodas

    Na pista de testes, essa diferença tecnológica ficou clara, com o Tracker apresentando melhor rendimento. Nas provas de aceleração de 0 a 100 km/h, ele fez o tempo de 11,8 segundos. Retomou de 60 a 100 km/h em 6,1 segundos. E, nas medições de consumo, obteve 12,1 km/l, na cidade, e 15,5 km/l, na estrada.

    O Kicks conseguiu as seguintes marcas: 0 a 100 km/h, 12,7 segundos; 60 a 100 km/h, 7,5 segundos; consumo urbano, 12,1 km/l (empatou) e rodoviário, 14,8 km/l.

    Comparativo Chevrolet Tracker x Novo Nissan Kicks QUATRO RODAS.
    bancos revestidos de material que imita couro,bancos revestidos de material que imita couro,Bancos revestidos de material que imita couro. Fernando Pires/Quatro Rodas

    O Nissan só consegue dar o troco e superar o rival com mais propriedade quando se compara o conteúdo de equipamentos de segurança, incluindo o conjunto de dispositivos que se convencionou chamar de ADAS (Advanced Driver-Assistance Systems), ou sistemas de assistência ao motorista.

    Comparativo Chevrolet Tracker x Novo Nissan Kicks QUATRO RODAS.
    Os bancos têm revestimento que imita couro. Fernando Pires/Quatro Rodas

    Os dois SUVs possuem alerta de colisão frontal, freio de emergência, piloto automático, assistente de partida em rampa, retrovisor eletrocrômico, câmera de ré e faróis com acendimento automático.

    Comparativo Chevrolet Tracker x Novo Nissan Kicks QUATRO RODAS.
    Melhor espaço no banco traseiro. Fernando Pires/Quatro Rodas

    Além desses, o Tracker tem como itens exclusivos: indicador de distância do veículo à frente, sensor de pressão dos pneus e sensores de estacionamento traseiro, dianteiro e laterais. E só o Kicks vem equipado com alerta de mudança de faixa, sensor de tráfego cruzado e câmera 360 graus.

    Continua após a publicidade
    Comparativo Chevrolet Tracker x Novo Nissan Kicks QUATRO RODAS.
    Os traseiros ficam em posição mais elevada. Fernando Pires/Quatro Rodas

    Ambos têm controle de tração e de estabilidade (chamado de ESP, na GM, e de VDC, na Nissan). Mas o do Kicks tem mais funções. Diferentemente do sistema da GM, que só entra quando a casa ameaça cair, o da Nissan atua o tempo todo, controlando a distribuição de torque nas curvas e o movimento da suspensão no eixo vertical para melhorar o conforto e fazendo a função de freio motor.

    Comparativo Chevrolet Tracker x Novo Nissan Kicks QUATRO RODAS.
    Motor 1.0 Turbo flex de três cilindros, que gera 116 cv e 16,8 kgfm (com etanol). Fernando Pires/Quatro Rodas

    Além disso, no que diz respeito à iluminação, só o Kicks conta com faróis full-led (incluindo luzes diurnas DRL, faróis de neblina, repetidores de seta nos retrovisores e lanternas) e um sistema inteligente que ajusta intensidade e altura do facho, para evitar o ofuscamento da visão dos motoristas que trafegam no sentido contrário. O Tracker tem luz auxiliar para manobras e apenas farol, luzes diurnas e lanternas de led.

    Procurando outras diferenças de conteúdo, nota-se que o Kicks tem limpadores de para-brisa convencionais, enquanto no Tracker eles são do tipo flat blade. Mas a antena do Kicks é  do tipo barbatana e a do Tracker é convencional.

    Comparativo Chevrolet Tracker x Novo Nissan Kicks QUATRO RODAS.
    Seu motor 1.6 aspirado gera 114 cv e 15,5 kgfm (etanol e gasolina). Fernando Pires/Quatro Rodas

    Na ponta do lápis, o Kicks Exclusive Pack Tech custa R$ 119.890, e o Tracker Premier 1.0 Turbo AT sai por R$ 118.580. O Nissan é R$ 1.310 mais caro. Considerando os gastos com manutenção, as revisões até 60.000 km do Nissan somam R$ 3.021, ante R$ 3.380 do Chevrolet. E os valores do seguro, segundo levantamento da TEX/Teleport para o perfil padrão da QUATRO RODAS, ficam em R$ 1.597, para o Kicks e R$ 1.903, para o Tracker. Derrotado pelo rival, no teste de estreia dele, em maio de 2020, o Kicks se saiu melhor agora.

    Veredicto

    O Kicks vence o Tracker por oferecer um pacote de itens de conforto e de segurança mais completo.

    Teste de desempenho – Chevrolet Tracker Premier 1.0 turbo 2022

    Aceleração

    • 0 a 100 km/h: 11,8 s.
    • 0 a 1.000 m: 33,7 s – 155,7 km/h.

    Velocidade máxima: 177 km/h.

    Retomada

    • D 40 a 80 km/h: 5 s.
    • D 60 a 100 km/h: 6,1 s.
    • D 80 a 120 km/h: 8,2 s.

    Frenagens

    • 60/80/120 km/h – 0 m: 14,2/25,1/55,2 m.

    Consumo

    • Urbano: 12,1 km/l.
    • Rodoviário: 15,5 km/l.

    Ficha técnica – Chevrolet Tracker Premier 1.0 turbo 2022

    • Preço: R$ 118.580.
    • Motor: flex, diant., transv., 3 cil., 12V, 999 cm3; 74 x 77,7 mm, 10,5:1, 116 cv a 5.500 rpm, 16,8/16,3 kgfm a 2.000 rpm.
    • Câmbio: automático, 6 marchas, tração dianteira.
    • Suspensão: McPherson (diant.), eixo de torção (tras.).
    • Freios: disco ventilado (diant.), tambor (tras.).
    • Direção: elétrica, diam. giro, 10,8 m.
    • Rodas e pneus: liga leve, 215/55 R17.
    • Dimensões: comprimento, 427 cm; largura, 179,1 cm; altura, 162,6 cm; entre-eixos, 257 cm; peso, 1.248 kg; tanque, 44 l; porta-malas, 393 l.

    Teste de desempenho – Nissan Kicks Exclusive 1.6 2022

    Aceleração

    • 0 a 100 km/h: 12,7 s.
    • 0 a 1.000 m: 34,9 s – 145,9 km/h.

    Velocidade máxima: 175 km/h.

    Retomada

    • D 40 a 80 km/h: 5,4 s.
    • D 60 a 100 km/h: 7,5 s.
    • D 80 a 120 km/h: 10,4 s.

    Frenagens

    • 60/80/120 km/h – 0 m: 14,7/26,3/58,3 m.

    Consumo

    • Urbano: 12,1 km/l.
    • Rodoviário: 14,8 km/l.

    Ficha técnica – Nissan Kicks Exclusive 1.6 2022

    • Preço: R$ 119.890.
    • Motor: flex, diant., transv., 4 cil. em linha, 16V, 1.598 cm3; 78 x 83,6 mm, 10,7:1, 114 cv a 5.600 rpm, 15,5 kgfm a 4.000 rpm.
    • Câmbio: automático, CVT, 6 marchas, tração dianteira.
    • Suspensão: McPherson (diant.), eixo de torção (tras.).
    • Freios: disco ventilado (diant.), tambor (tras.).
    • Direção: elétrica, diam. giro, 10,2 m.
    • Rodas e pneus: liga leve, 205/55 R17
    • Dimensões: comprimento, 429,5 cm; largura, 176 cm; altura, 159 cm; entre-eixos, 262 cm; peso, 1.139 kg; tanque, 41 l;  porta-malas, 432 l.

    Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital

    capa 743
    Arte/Quatro Rodas
    Continua após a publicidade
    Publicidade