Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Com Kwid, novo Duster, Kaptur e Koleos, Renault prepara linha completa de SUVs

Porfólio expandido vai abranger desde os subcompactos até o segmento de luxo

Por Redação Atualizado em 23 nov 2016, 21h23 - Publicado em 20 jul 2016, 17h52
Renault Kaptur
O Kaptur, com K, já roda no Brasil

Os SUVs estão na pauta do dia da Renault, que prepara novidades em diferentes faixas de mercado. O primeiro a chegar será o Kwid, um subcompacto com pegada mais robusta, já mostrado aqui na QUATRO RODAS. Ele estará no Salão do Automóvel, em novembro.

Substituto do Clio, o Kwid conta com para-lamas mais encorpados e suspensão elevada, mesclando características de um aventureiro urbano (como o CrossFox) e SUV. Ele estreará no Brasil a nova plataforma modular (CMF-A) do grupo Renault-Nissan. Ele tem porte de hatch compacto e mede 3,68 metros de comprimento, maior que um VW Up! (3,60 metros) e menor que um Gol (3,89 m).

Renault Kwid
Kwid deve substituir o veterano Clio

Renault Kwid
Suspensão elevada e molduras nas caixas de roda dão ar de SUV

Revelado em maio de 2015 na Índia, onde já é comercializado com um motor de 800 cm3, por aqui ele será equipado com o mesmo 1.0 de três cilindros de até 74 cv e 10 mkgf utilizado no March. O modelo indiano pesa apenas 669 kg – como comparação, o novo Fiat Mobi pesa 946 kg. No Brasil, ele deverá ganhar peso com a adição de itens de segurança (como airbags e freios ABS) e estruturas de proteção reforçadas.

Continua após a publicidade

Depois do Kwid, em meados de 2017, virá o Kaptur, uma versão emergente do Captur francês (com C mesmo). Ele já roda em testes em Curitiba, como mostra a foto que abre esta matéria, do leitor Dean Cendrom. Lançado na Rússia em março, ele compartilha a plataforma do Duster. O design, acabamento e oferta de equipamentos, porém, serão mais sofisticados para dar combate aos dois SUVs de maior sucesso no momento, Jeep Renegade e Honda HR-V.

Renault Kaptur
Linas são semelhantes ao do irmão menor, o Captur (com C)

Renault Kaptur
Porta-malas será menor que o do Duster, mas com acabamento e visual mais refinados

Renault Kaptur
Painel de instrumentos terá velocímetro digital e computador de bordo

No fim de 2019, é a hora de renovar o Duster (projeto HJD). Ele manterá as formas básicas atuais, mas com medidas mais generosas, criando a possibilidade de uma versão com sete lugares, com uma terceira fileira de bancos. Por fora, poderá ter molduras revestindo as extremidades da carroceria, maçanetas embutidas e faróis e lanternas de leds.

Renault Duster
Projeção de como será o futuro Duster

O topo da gama deverá ser ocupado pelo Koleos. Revelado ao mundo durante o último Salão de Pequim e previsto para chegar ao mercado europeu no final de 2016, e pode já ser exibido no Salão do Automóvel de São Paulo, no final de novembro, e deve começar a ser vendido no Brasil em 2017.

Renault Koleos
Acima de Duster e Kaptur, o Koleos será o SUV mais requintado da Renault Divulgação/Quatro Rodas

Renault Koleos
Design foi inspirado no novo Mégane e no Talisman

Ele tem design inspirado nos novos Mégane e Talisman e deve oferecer quatro opções de motorização (duas a gasolina e duas a diesel, com potências variando entre 128 e 173 cv), dois tipos de transmissão (manual de seis marchas ou CVT) e duas opções de tração – 4×2 ou 4×4.

Renault Koleos
Interior destaca a tela central instalada em posição vertical

No Brasil, a tendência é que o Koleos seja vendido apenas com a transmissão continuamente variável e nas versões de acabamento mais requintadas. Assim, o Koleos se posicionaria acima de Duster e Kaptur, concorrendo com nomes como Hyundai New Tucson (outra novidade prevista para o ano que vem), Kia Sportage e Honda CR-V, além das versões mais baratas de Audi Q3 e Mercedes-Benz GLA.

Continua após a publicidade

Publicidade