Clique e assine por apenas 8,90/mês

Citroën fará novo C3 no Brasil com base do Peugeot 208 simplificada

Nova diretora de marketing da marca na Argentina atestou plano de lançar uma nova família de compactos no mercado sul-americano a partir da plataforma CMP

Por Leonardo Felix - Atualizado em 2 abr 2020, 17h42 - Publicado em 1 abr 2020, 18h42
Atual Citroën C3 vendido na Europa. Não é que será feito no Brasil, mas sim o seu sucessor Divulgação/Citroën

O grupo PSA já confirmou que produzirá na Argentina a nova geração do hatch compacto 208, previsto para chegar ainda este ano ao mercado. O totalmente renovado SUV compacto 2008, programado para 2021, também deve ser feito por lá.

Também anunciou que a plataforma modular que baseia os dois modelos, conhecida como CMP (desenvolvida em parceria com a chinesa Dongfeng), será trazida ao Brasil para dar vida a uma nova família de modelos.

Nesta última notícia, porém, a fabricante não especificou a qual de suas marcas esses veículos pertenceriam, mas agora o mistério parece ter acabado.

Novo Peugeot 208 será vendido no Brasil via Argentina Divulgação/Peugeot

Em entrevista ao site Argentina Autoblog, a nova diretora de marketing da Citroën no país vizinho, Valère Lourme, confirmou que a Citroën terá, sim, mais de um projeto montado sobre a matriz de 208 e 2008 novos produzidos na América Latina.

Continua após a publicidade

“Não podemos ainda mencionar qual será o primeiro modelo nem quando, mas, sim, montaremos projetos da marca [Citroën] na nova plataforma CMP América Latina”, disse a executiva, sem abrir muitos detalhes.

QUATRO RODAS entende que são três os carros da Citroën construídos sobre a plataforma do novo 208 com previsão para serem fabricados em Porto Real (RJ).

C3 e Aircross feitos atualmente no Brasil já são veteranos com oito e dez anos de mercado, respectivamente Divulgação/Citroën

O primeiro seria a nova geração do hatch C3; o segundo, um sedã compacto derivado do C3 para encarar VW Virtus e Chevrolet Onix Plus; o terceiro, um hatch altinho com pinta de SUV para o lugar do Aircross. Lançamentos devem ocorrer entre 2021 e 22.

Todos os modelos receberão os motores 1.2 3-cilindros flex de 92 cv e 1.6 4-cilindros de 118 cv. A utilização do 1.2 tricilindro turbo flex acima de 130 cv ainda é incerta.

Continua após a publicidade
Sedã poderia ser uma espécia de sucessor do chinês C3 Lounge Ferd/Internet

Observou que a diretora de marketing chamou a plataforma de “CMP América Latina”? É uma indicação de que se trata de uma versão simplificada da matriz europeia, que dá vida ao novo 208 argentino.

Isso significa que o novo C3 será posicionado abaixo do 208 em faixas de preço, assim como tanto o novo Aircross quanto o C4 Cactus terão tíquete médio inferior ao do novo 2008.

Ou seja: a PSA vai definitivamente inverter o posicionamento de suas marcas no mercado sul-americano, dando status mais “pé no chão” à Citroën e mais premium à Peugeot.

Publicidade