Clique e assine por apenas 8,90/mês

Caterham Group é colocado à venda, diz jornal

Preço especulado é de 589 milhões de dólares

Por redação - Atualizado em 9 nov 2016, 13h42 - Publicado em 26 Maio 2014, 12h57
mercado

Segundo o jornal The Edge, da Malásia, Tony Fernandes colocou o Caterham Group à venda.

O malaio, que também é CEO da companhia aérea AirAsia e sócio majoritário do clube inglês Queens Park Ranger, estaria pedindo a quantia de 589 milhões de dólares pela Caterham, com todas as divisões da empresa, incluindo a de engenharia e a automobilística.

Além de carros da Caterham e da equipe de Fórmula 1 de mesmo nome, o grupo inclui a especialista em engenharia Caterham Tecnology e Innovation (CTI) e a Caterham Composites.

Em 2011, Fernandes parecia ter assegurado o futuro a longo prazo da Caterham, quando adquiriu a empresa do grupo de capital para empreendimentos Corven. Suas ambições de expandir o tamanho e o alcance dos carros da Caterham experimentou um revés no início deste ano, quando foi confirmado que a sua colaboração esportiva com a Renault tinha sido anulada.

Continua após a publicidade

Além disso, os planos da fabricante de produzir o impressionante conceito AeroSeven podem ter sido adiados.

No início do ano, Fernandes disse que poderia sair da Fórmula 1, a menos que os resultados de sua equipe melhorassem. Após seis corridas, a Caterham é a lanterna do Campeonato de Construtores, e perdeu terreno quando os colegas da Marussia conquistaram seu primeiro ponto em Mônaco, no domingo (25).

Publicidade