Clique e Assine QAUTRO RODAS por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

Carros elétricos são o futuro? CEO da Toyota acredita que não é bem assim

Para Akido Toyoda, a futuro não deve ser somente elétrico, mas com uma variedade de tecnologias que ajudarão a atingir o carbono zero

Por João Vitor Ferreira
29 dez 2022, 11h37

A meta de muitas fabricantes de automóveis para um futuro próximo é a eletrificação total de seus carros e esse conceito parece já estar enraizado na maior parte da indústria. Porém, há quem pense o diferente. É o caso de Akio Toyoda, CEO da Toyota, que repetidas vezes afirma que os carros elétricos não salvarão o planeta.

O executivo, que é neto do fundador da Toyota Motor Corporation, acredita que faz parte de uma “minoria silenciosa”, que não crê que os carros a bateria são a única solução para atingir a neutralidade do carbono. Para Toyoda, o ideal é que haja uma diversidade de tecnologias em vez de focar apenas em um tipo de trem de força. 

“Para alcançar a neutralidade de carbono, devemos lembrar que o carbono é o verdadeiro inimigo, não um trem de força específico”, disse ele recentemente em uma entrevista na Tailândia, onde firmou um acordo o grupo local C.P para desenvolver estudos sobre a neutralidade do carbono no país asiático.

CEO da Toyota
Akio Toyoda (direita) e Dhanin Chearavanont (esquerda), presidente do grupo tailandês C.P, recentemente firmaram um acordo para desenvolverem um estudo sobre neutralidade em carbono (Divulgação/Toyota)

Toyoda acha que as marcas deveriam focar em expandir o seus portfólios e desenvolver tecnologias de trem de força híbrido, elétrico a bateria e também a hidrogênio. O chefão da Toyota também diz que não é o único que pensa assim, mas por não ser o senso comum da indústria a maioria se cala.

“Essa maioria silenciosa está se perguntando se os carros elétricos são realmente bons para se ter como uma única opção. Mas eles acham que é a tendência, então não podem falar alto… A resposta certa ainda não está clara, não devemos nos limitar a apenas uma opção”, explicou Toyoda.

Toyota bZ3 usará a mesma tecnologia de carros da Tesla — que, no caso, vem da chinesa BYD
bZ3 faz parte da nova submarca de elétricos da Toyota (Divulgação/Toyota)

Se olharmos notícias recentes da montadora, podemos ver que eles estão realmente empenhados em atingir essa meta de portfólio diversificado. Além dos modelos que já conhecemos, como o Corolla híbrido ou o Prius, a montadora lançou em 2022 sua submarca de elétricos bZ, que já conta com o SUV de grande porte, bZ4X, e o sedã bZ3.

Primeira unidade do Toyota Mirai do Brasil veio para estudos de mercado e tecnologia
Lançado em 2019, o Mirai ganhou uma segunda geração esse ano e esteve no Brasil para estudos (Divulgação/Toyota)

A Toyota também é uma das que mais trabalha para desenvolver os trens de força movidos a hidrogênio. O Mirai é a prova de que essa tecnologia é funcional e limpa. Recentemente, o modelo esteve no Brasil em sua nova versão para estudos de uma possível implementação do segmento por aqui.

A confiança no hidrogênio é tão grande que a Toyota também já iniciou testes para implementá-lo em veículos maiores. No Reino Unido, a montadora pretende usar a mesma tecnologia do Mirai na picape Hilux, que já tem uma versão elétrica a bateria confirmada para 2024.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Quatro Rodas impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 14,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.