Cadê os hatches médios?

Comparadas a 2010, época de glória da categoria, as vendas caíram 65% em 2015

Hatches médios Hatches médios

Hatches médios (/)

Em 2010, os hatches médios ocupavam o sexto lugar do mercado, segundo critério da Fenabrave, atrás de hatches de entrada, hatches pequenos, sedãs pequenos, SUVs e picapes leves. Porém, a vida boa acabou. A categoria viu as vendas despencarem: em 2015, fechou em décimo, sendo ultrapassada por sedãs compactos, sedãs médios, picapes médias e até minivans. Afinal, o que aconteceu com os hatches médios?   

Três motivos justificam essa queda: preço alto, falta de renovação e uma nova concorrência. Há cinco anos, o segmento refletia a estreia de Citroën C4, Fiat Bravo, Ford Focus e Hyundai i30 — e os antiquados Astra e Golf (então na 4ª geração por aqui) ainda tinham seus fãs. De lá para cá, apenas Focus e Golf mantiveram relevância com suas novas gerações. O i30 subiu de preço e viu suas vendas minguarem, e o Cruze hatch não conseguiu emplacar, assim como o Peugeot 308.

Além disso, eles ficaram bem mais caros e na faixa de preço dos SUVs, que roubaram parte do público que valoriza características típicas como posição de dirigir mais alta e maior robustez na hora de enfrentar buracos, deixando de lado a dinâmica ao volante mais esportiva – geralmente com estruturas de suspensão mais sofisticadas – dos hatches médios. 

“O segmento de SUV começou a ganhar muita força com a chegada de modelos mais baratos como Ford EcoSport e Renault Duster, que acabaram caindo no gosto desse consumidor que comprava hatch médio”, diz o consultor automotivo Paulo Garbossa. A tendência foi reforçada em 2015 com a chegada dos dois atuais líderes do segmento, o Jeep Renegade e o Honda HR-V, que não por acaso ocupam a mesma faixa de preço de Golf e Focus, entre R$ 70.000 e R$ 100.000.

O segmento de hatches médios desde 2010
Ano Fatia de mercado Vendas
2010 4,7% 157.390
2011 4,3% 148.759
2012 3,5% 125.961
2013 3,3% 117.468
2014 2,7% 90.428
2015 2,6% 54.637

A pressão também vem de baixo: mais baratos que os hatches médios, os compactos estão cada vez mais requintados e com bom desempenho aliado a economia (que não é o forte dos médios). O resultado de tudo isso pode ser visto abaixo: no acumulado de 2016, o modelo mais vendido do segmento (o Golf) acumula apenas 3.852 emplacamentos, número que o coloca na distante 54ª posição no ranking dos mais vendidos. No mesmo período, o Honda HR-V vendeu nada menos que 30.883 unidades.

Vendas de hatches médios em 2016
Volkswagen Golf 3.852
Ford Focus 3.379
Chevrolet Cruze hatch 2.109
Peugeot 308 1.492
Hyundai i30 1.481
Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

  1. Leonardo do Vale

    Sdds anos 90