Assine QUATRO RODAS por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Segredo: VW T-Sport será um mini T-Cross cupê com motor 1.0 turbo

Projeção exclusiva desvenda visual do SUV cupê criado no Brasil, e que será lançado no primeiro semestre de 2020 usando base do Polo

Por Leonardo Felix
Atualizado em 30 set 2019, 14h42 - Publicado em 9 set 2019, 07h00
Lanternas são inspiradas no T-Cross, mas rearranjadas para harmonizar com um balanço traseiro acupezado e mais horizontal (Du Oliveira/Quatro Rodas)

A Volkswagen já está no estágio final de desenvolvimento do T-Sport, provável nome definitivo do SUV cupê compacto que será lançado no Brasil no segundo trimestre de 2020.

Embora a fabricante tente manter algum sigilo, QUATRO RODAS consultou fontes familiarizadas ao projeto, especialmente na cadeia de fornecedores – com quem, aliás, a marca já está fechando contratos para receber peças protótipos –, e passou vários dias preparando uma projeção fidedigna do que será o modelo de produção.

A primeira informação importante é que, embora construído sobre a plataforma MQB A0 do Polo, o que significa uma distância entre os eixos de 2,56 metros, o T-Sport beberá muito da fonte do T-Cross quando se fala em visual.

Faróis serão parecidos com os do hatch, mas a grade será mais larga e terá texturização similar à do SUV compacto. Também o capô elevado, com caimento mais abrupto na ponta, terá como inspiração o primo maior.

Já os traços do para-choque do SUV cupê dianteiro devem ser exclusivos.

Dianteira, embora com traços de Polo e T-Cross, tem estilo próprio (Du Oliveira/Quatro Rodas)

Diferentemente dos esquetes apresentados pela Volkswagen, o caimento do teto não será tão parabólico assim.

Continua após a publicidade

Logo após a coluna A haverá um descenso tênue, que se acentuará a partir da coluna C rumo ao para-choque. É o mesmo conceito do grandalhão Atlas Cross Sport ou do Mitsubishi Eclipse Cross.

A grande sacada, porém, estará nas lanternas.

Estas serão integradas e comporão uma régua em preto brilhante, tal qual ocorre no T-Cross. Entretanto, segundo o parceiro Autos Segredos, sua faixa central será funcional, e não apenas reflexiva.

O nicho da placa traseira será posicionado no miolo da tampa do porta-malas.

Além disso, o T-Sport deve ser o primeiro Volkswagen nacional a adotar o logotipo renovado que será revelado nos próximos dias no Salão de Frankfurt, Alemanha.

Continua após a publicidade
Logotipo renovado, já visto em protótipos do Golf 8, deve estrear no Brasil com o T-Sport (Reprodução/Carscoops/Internet)

Um spoiler lotado na aresta que separa teto e vidro traseiro conferirá aspecto mais esportivo ao pequeno SUV cupê, assim como a ponta levemente proeminente da tampa do porta-malas.

A linha de cintura será elevada em relação ao Polo, mas tanto ela quanto a altura livre do solo devem ser um pouco mais baixas que as do T-Cross.

O balanço traseiro, acompridado, permitirá um volume de porta-malas mais generoso que os 300 litros do Polo e, talvez, que os 420 litros do próprio T-Cross. Difícil será alcançar os 521 litros do Virtus.

Este é o primeiro esboço oficial do T-Sport (Divulgação/Volkswagen)

QUATRO RODAS também já pode afirmar de maneira peremptória que o T-Sport será equipado com o motor 200 TSI, três-cilindros turbo flex de 128 cv e 20,4 mkgf, que já compõe as gamas de Polo, Virtus e T-Cross.

Resta o mistério sobre se as versões básicas receberão esse mesmo propulsor, uma derivação mais branda dele (com dados mais próximos aos do Up!, que rende 105 cv e 16,8 mkgf, sendo batizado como 170 TSI), ou o 1.6 MSI quatro-cilindros naturalmente aspirado de 117 cv e 16,5 mkgf, também flexível.

Continua após a publicidade
Motor 1.0 TSI flex de 128 cv e 20,4 mkgf estará no T-Sport (Christian Castanho/Quatro Rodas)

Outra curiosidade é que, apesar de ter sido revelado na Europa sob a alcunha provisória “New Urban Coupé”, o projeto recebe internamente no Brasil o código VW270 CUV.

VW270 era a denominação internacional do projeto do atual Polo, o que reforça que o T-Sport terá a base e, portanto, a distância entre-eixos derivada do hatch. Virtus e T-Cross, rememoremos, possuem uma medida 9 cm maior, de 2,65 m.

Assim, o posicionamento de preços tem tudo para ficar abaixo do próprio T-Cross, entre R$ 70.000 e R$ 100.000, o que dará à Volkswagen mais liberdade para trabalhar novas versões do SUV (o convencional, não o cupê) com motor 250 TSI (1.4 turbo flex de 150 cv e 25,5 mkgf).

Por comparação, a traseira do T-Cross (Divulgação/Volkswagen)

Para iniciar a produção em série, a Volkswagen está instalando um novo maquinário de prensas em São Bernardo do Campo (SP), onde o T-Sport será produzido.

O processo faz parte do investimento de R$ 2,4 bilhões reiterado dias atrás. para as fábricas do ABC paulista e de São Carlos, no interior do estado, onde são fabricados motores.

Continua após a publicidade

Unidades pré-série já são montadas no complexo da rodovia Anchieta nos turnos matutino e vespertino, sob forte esquema de segurança. Falta apenas promover ajustes e testes no período noturno.

Entretanto, o SOP (start of production, na sigla em inglês) em série só deve começar entre março e abril de 2020, quando as novas máquinas estarão enfim prontas para operar em ritmo fabril.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Os automóveis estão mudando.
O tempo todo.

Acompanhe por QUATRO RODAS.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Quatro Rodas impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 12,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.