Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Minivan Audi Urbansphere é o modelo mais espaçoso já feito pela montadora

Conceito tem mais de cinco metros e meio de comprimento e apenas quatro lugares, tudo isso para ser um escritório sobre rodas

Por João Vitor Ferreira Atualizado em 19 abr 2022, 20h36 - Publicado em 19 abr 2022, 20h18

Através da sua família de conceitos Sphere, a Audi quer adiantar o seu futuro altamente tecnológico. O último modelo da tríade é a minivan Audi Urbansphere, que infelizmente teve de ser apresentada virtualmente, já que uma nova onda de Covid-19 obrigou a organização do Salão do Automóvel de Pequim a adiar o evento de sua revelação.

Assine a Quatro Rodas a partir de R$ 9,90

Audi Urbansphere frontal
Tudo é iluminado no Urbansphere, inclusive o logo Divulgação/Audi

Assim como o sedã Grandsphere e o roadster Skysphere, a minivan abusa do visual futurista. Para este modelo em específico, a equipe de design em Inglostadt, na Alemanha, trabalhou junto com a de Pequim, na China, para criar um modelo que fosse ideal para o trânsito urbano das grandes cidades asiáticas. É daí que vem o nome “Urbansphere”.

Audi Urbansphere traseira
Divulgação/Audi

Mas antes de entrar nos detalhes visuais e tecnológicos, vamos falar do que parece ser mais ‘comum’ nesse conceito: a motorização. Com um motor elétrico em cada eixo, o Audi Urbansphere desenvolve 401 cv e 70,4 kgfm. Números interessantes, mas não surpreendentes.

O que realmente chama a atenção é a incrível capacidade de carregamento. Segundo a Audi, o Urbansphere pode carregar de 5% a 80% em apenas 25 minutos. Ou então, recuperar 300 km dos 750 km de autonomia, estimados pelo ciclo WLTP, em 10 minutos. Tudo isso, graças à tecnologia de 800 volts que permite um carregamento rápido de até 270 kW.

Audi Urbansphere grade frontal
Faróis e lâmpadas podem assumir diversas cores e padrões diferentes Divulgação/Audi

Design e tecnologia

O visual futurista  é marcado, principalmente, pela grade dianteira bem robusta. Como em praticamente todos os EVs ela é fechada, mostrando um incrível conjunto de LEDs que podem brilhar em diferentes cores. Esse padrão de luzes também pode ser visto na traseira.

Audi Urbansphere luzes
Assim como na frente, os LEDs traseiros também brilham e mudam de forma quando a seta ou o pisca alerta está ligado Divulgação/Audi

Inclusive, os LEDs substituem os piscas, fazendo animações especiais para indicar uma mudança de direção ou quando o sinal de alerta for acionado.

Na lateral, as linhas são bem marcadas e o formato aerodinâmico do teto deixa o para-brisa dianteiro inclinado para trás. As rodas são bem robustas, com 24’’ cada e as portas traseiras são no estilo suicida, para melhorar o conforto.

Audi Urbansphere lateral
Divulgação/Audi

O seu porte é bem avantajado – até demais para um veículo urbano. São 5,5 m de comprimento, 2 m de largura, 1,78 de altura e 3,4 m de entre-eixos. Comparando com nosso mercado, o Audi Urbansphere só perderia para as picapes da RAM (1500, 2500 e 3500).

Continua após a publicidade

Claro que, com medidas como essa, a minivan tem muito espaço interno. Mas nada de 7 ou 8 lugares com uma terceira fileira apertada nos fundos. Ao invés disso, o modelo tem apenas quatro assentos: dois na frente e dois atrás.

Audi Urbansphereinterior com volante
Divulgação/Audi

Segundo a Audi, a minivan é um “lounge sobre rodas e um escritório móvel”. Essa função de espaço de trabalho é reforçada com a condução autônoma de nível 4, onde o motorista fica livre para realizar outras tarefas enquanto o piloto automático assume o controle total do veículo.

Audi Urbansphere bancos dianteiros
Volantes e pedais se ‘escondem’ quando o piloto automático está ativado Divulgação/Audi

Com apenas quatro lugares, existe muito espaço livre. Isso permite que os bancos sejam grandes e confortáveis, podendo ter diferentes graus de inclinação e rotação. Eles também são tecnológicos, com extensões de apoio para as pernas, alto-falantes nos encostos de cabeça e dois modos diferentes de conforto: Entertain e Relax.

Compartilhe essa matéria via:

Para maximizar ainda mais o espaço, pedais e volantes se escondem enquanto o piloto automático está ativado. Permitindo que motorista e passageiros desfrutem das diversas opções de multimídia e entretenimento reproduzidos em uma projeção no painel.

Audi Urbansphere bancos reclinados
Os assentos são feitos de fibra de bambu e ECONYL, uma poliamida feita a partir de materiais reciclados Divulgação/Audi

Quem viaja atrás, ainda pode desfrutar de uma tela OLED retrátil, além dos displays montados nos bancos dianteiros. Óculos de realidade virtual também estão disponíveis para todos.

O motorista pode controlar as funções do veículo através de botões e controles analógicos, rastreamento ocular, comando por gestos ou por voz. Painéis de controle também estão disponíveis a todos os passageiros nos braços de suas poltronas e, assim como os pedais e volante, ficam ‘guardados’ quando não estão em uso.

Audi Urbanspherebancos traseiros
Os bancos podem deitar e girar para garantir melhor conforto aos passageiros Divulgação/Audi

E se você estiver em um dia ruim, estressado e cansado demais para trabalhar em seu Audi Urbansphere, tudo bem: o sistema do carro utiliza escaneamento facial e de voz para determinar seu nível de cansaço e oferecer sugestões de relaxamento durante a viagem.

Audi Urbansphere telas
Os passageiros da segunda fileira têm acesso a três telas, sendo a maior delas de OLED, uma das tecnologias mais avançadas para fabricação de monitores Divulgação/Audi

De brinde, a minivan ainda acompanha um guarda-chuva luminoso, inspirado nas tradições chinesas. O Audi Light Umbrella, além de proteger da precipitação, tem a camada interna feita de material reflexivo, então toda a superfície atua como uma unidade de iluminação sem brilho.

Por ser um apenas um conceito, o Audi Urbansphere dificilmente será vendido. Porém, assim como os outros modelos da família, ele mostra como será a linha de design e tecnologia para o futuro. Um bom exemplo disso é o piloto automático de nível quatro, que já estará disponível em modelos de produção a partir de 2025.

 

Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Continue lendo, sem pisar no freio. Assine a QR.

Impressa + Digital

Plano completo da QUATRO RODAS! Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da QUATRO RODAS, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

Comparativo entre os principais modelos do mercado.

Tudo sobre as novidades automobilísticas do Brasil e do exterior.

Receba mensalmente a QUATRO RODAS impressa mais acesso imediato às edições digitais no App QUATRO RODAS, para celular e tablet.

a partir de R$ 14,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Acesso ilimitado ao Site da QUATRO RODAS, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

Comparativo entre os principais modelos do mercado.

Tudo sobre as novidades automobilísticas do Brasil e do exterior.

App QUATRO RODAS para celular e tablet, atualizado mensalmente.

a partir de R$ 9,90/mês