Donos de BMW reclamam de problemas com a bomba de combustível

Problemas continuam mesmo após o recall feito pela marca

Luyza: aviso de avaria no painel e carro falhando Luyza: aviso de avaria no painel e carro falhando

Luyza: aviso de avaria no painel e carro falhando (Raul Mattar/Quatro Rodas)

Em junho de 2015, a BMW anunciou o recall de dez modelos no Brasil por falhas de funcionamento da bomba de combustível, com risco até de desligamento do motor em movimento.

Mas, segundo proprietários, oficinas especializadas e concessionárias, a marca deveria ter incluído na lista outros modelos, como o X1 e o X3, que já teriam apresentado o mesmo defeito.

Entre esses casos esquecidos, está o da advogada Luyza Marks de Almeida, de Curitiba (PR). “Logo após comprar o carro, percebi que havia um barulho diferente no motor e que a rotação ficava alterada.

Além disso, quando eu acelerava, o motor engasgava; quando freava, ele morria”, conta a dona de um BMW X1 2015. “A autorizada alegou que a bomba estava comprometida e teria de ser trocada.”

Se o veículo de Luyza demonstrava as falhas mais graves, a falta de potência é quase unanimidade. “Primeiro meu X3 2015 apresentou a mensagem no painel e depois o motor passou a falhar e perder potência”, diz o economista Hélio Alexandre Popi, de Pedro Leopoldo (MG). “O conserto era caro: R$ 7.887 pela bomba e R$ 725 pelo seu sensor.”

Dono de um X3 2011, Maxwell Concesso, de Belo Horizonte (MG), diz que o carro também sofreu com panes em outros sistemas, além da perda de potência. “Uma vez o motor falhou bem no meio de uma ultrapassagem.”

Consultamos seis autorizadas em São Paulo, Rio de Janeiro, Bahia e Santa Catarina, e todas confirmaram conhecer o problema, cuja única solução é a troca da bomba. “Fizeram o recall para alguns modelos, mas ainda há muitos outros da linha 2013 até 2015 que receberam a peça defeituosa”, revela o chefe de oficina de uma concessionária BMW do Rio.

Questionada sobre o problema, a BMW do Brasil respondeu apenas que “são avaliados individualmente casos envolvendo problemas com bombas de combustível, já que suas causas podem ter origens distintas, inclusive pelo uso de combustível de baixa qualidade”.

O POVO RECLAMA

“Meu carro apresentou o defeito na bomba de combustível logo depois da compra. A concessionária trocou a peça, mas o veículo nunca mais foi o mesmo. Por isso, eu preferi vender.” – Bahram Khorramchahi, arquiteto, São Paulo (SP), proprietário de um BMW X1 2015

“Além da alteração de desempenho do motor, inclusive em ultrapassagens, outros componentes do veículo começaram a apresentar uma mensagem de erro.” – Maxwell Concesso da Silva, administrador de empresas, Belo Horizonte (MG), dono de um BMW X3 2011

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

  1. A bomba de combustível e a outra bomba ao redor dela.

  2. Izaias Oliveira

    Carro projetado pra rodar com gasolina de verdade não essa porcaria batizada aqui do Brasil

  3. Julio Romeu Ferreira

    Qualidade do nosso combustível desafiando mais uma montadora….

  4. Aliás é bomba que não aguenta a nossa gasolina, é pneu run flat que não aguenta nosso asfalto.

  5. Vinicius Rocha

    Meu Audi Q3 ano 2017 tem o mesmo problema. O motor faz um barulho de carro diesel velho mas a Audi diz que é normal da bomba de alta pressao do combustível. Mas ao ligar outros Q3 zero do showroom nenhum faz esse barulho de motor a diesel velho. Essas marcas premium no Brasil são iguais a qualquer outra.Na Audi só o preço é premium, o pós venda é uma lixo. Imagina quando acabar a garantia!!!

  6. R$ 7k pelo conserto? hahahahahahaha
    Ostentar sai caro mesmo!

  7. Marcelo Gilberto Antoniolli

    Deixo aqui minha indignação, a minha BMW 328i ano 2015 com menos de 03 anos de uso apresentou o mesmo defeito da bomba de alta pressão após 10 dias do vencimento da garantia Premiun Selection. O valor total do orçamento na Concessionária passa dos 10 mil reias, meu veículo fez todas as revisões e esta atestado pela Concessionária, este defeito é recorrente como dezenas ou centenas de outros relatos. Pesquisando na internet descobri uma lista das 20 maiores marcas no Brasil onde os usuários avaliam que a BMW está em penúltimo lugar no quesito pós-venda! Realmente justificável, pois a marca não preza a qualidade, muito menos está preocupado com o prejuízo que causa a seus clientes. Mas o que mais me impressiona e a deslealdade onde à aquisição somente da bomba na Concessionária custa R$ 7.800,00, sendo que esta mesma peça original Bosch nas revendas custa entre 2.000 a 3.500,00.