Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Rede protetora

Por Redação 5 mar 2014, 13h09

Por Péricles Malheiros

59 788 km

É sempre assim: às vésperas do desmonte, todo carro de Longa Duração é submetido a uma simulação de venda. A ideia é aferir a receptividade do modelo no mercado de seminovos, além, é claro, do índice real de desvalorização. Com quase 60 000 km no hodômetro, dessa vez, foi a hora do Onix passar pelo teste de popularidade.

Em São Paulo, o estagiário André Paixão visitou lojas independentes e concessionárias (da GM e de suas principais concorrentes). A primeira parada foi na Palazzo, autorizada onde o Onix foi adquirido em janeiro de 2013, por 39 340 reais. Lá, o vendedor conversou com o avaliador, que nem sequer viu o carro ou pediu informações sobre a alta quilometragem. “Não tenho interesse na compra simples, mas pago 28 000 reais na troca por um Onix LT 1.4 idêntico ao seu”, disse o vendedor que nos atendeu. Ou seja, no que dependesse da Palazzo, a desvalorização do Onix que ela nos vendeu ficaria em 28,8%.

Na outra Chevrolet, a Vigorito Jabaquara, a avaliação foi minuciosa – e a oferta, mais baixa. “Apesar de faltar a plaqueta com o número 1 da motorização e dos riscos nas laterais, consigo pagar 27 000 reais. Se a quilometragem fosse mais baixa, subiria até uns 29 000”, afirmou o vendedor.

Ao partir para as concessionárias de marcas concorrentes, Paixão encontrou ofertas menos generosas. Na Hyundai Caoa, o Onix foi avaliado em 26 000 reais, na troca por um HB20. Na Fiat Sinal, a venda simples foi rechaçada na entrada, pela recepcionista. Só depois de demonstrar interesse por um Palio, o Onix foi analisado. A alegria durou pouco, pois logo em seguida ele recebeu a pior avaliação: 23 000 reais, ou seja, 41,5% de desvalorização.

A ronda nas lojas multimarcas rendeu ofertas de 27 000 reais (na Gilcar, em São Bernardo do Campo) e 28 000 (na MVM, em São Paulo). No fim das contas, ponto para a rede GM por cuidar da desvalorização dos seus carros.

Continua após a publicidade

Consumo

No mês (31,5% na cidade) – Etanol 10,3 km/l

Desde jan/13 (26,4% na cidade) – Etanol 9 km/l

Principais ocorrências

31 586 km Para-sol do lado do motorista sem trava
39 252 km Palhetas dianteiras ressecadas
47 763 km Luz de injeção acesa

Diário

653_longaonix_02

Se dependesse da concessionária Fiat visitada, perderíamos 5 000 reais na venda do Onix

Continua após a publicidade

Publicidade