Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Longa Duração: os altos e baixos do câmbio do Caoa Chery Tiggo 5X

Comportamento do câmbio do Tiggo 5X parecia ter normalizado, mas agora o conjunto de dupla embreagem volta a gerar reclamações dos usuários

Por Henrique Rodriguez Atualizado em 26 mar 2021, 10h24 - Publicado em 26 mar 2021, 10h02
Tiggo 5x
Pneu murchou durante uma ida ao supermercado Henrique Rodriguez/Quatro Rodas

É raro um carro da frota do Longa Duração concluir o teste sem nem sequer ter um pneu furado. O Caoa Chery Tiggo 5X chegou longe, mas foi vitimado por um parafuso. O monitoramento de pressão dos pneus, que por algumas vezes apontou a pressão do pneu errado após rodízios, desta vez apontou o furo na roda certa. Esse problema foi fácil de resolver com um reparo do tipo manchão, que custou R$ 30.

Clique aqui e assine Quatro Rodas por apenas R$ 7,90

Difícil vem sendo entender o comportamento do câmbio de dupla embreagem e seis marchas. Após algum tempo de trégua, que mal durou 10.000 km, ele voltou a ser fonte de reclamações de lentidão nas reações e, principalmente, de trepidações no acoplamento das marchas. E às vezes uma reação mais rápida é acompanhada de um tranco ao concluir o acoplamento.

  • As primeiras reclamações do câmbio surgiram antes das revisões dos 20.000 km, especialmente em ladeiras. Ao entrar em baixa velocidade numa via ladeira acima, o câmbio demorava para reduzir de segunda para primeira.

    O culpado: um parafuso philips
    O culpado: um parafuso philips Henrique Rodriguez/Quatro Rodas

    Agora a lentidão é notada principalmente em momentos de redução de velocidade, quando a transmissão parece indecisa em manter a mesma marcha ou reduzir. Quando não reduz, o carro perde velocidade e é aí que a embreagem trepida – e não é pouco. Se reduz, é de forma abrupta.

    Algumas impressões, porém, vêm melhorando. Conforme a quilometragem avança, o Tiggo 5X vem surpreendendo por manter a compostura. “Eu venho achando ele bem íntegro para a quilometragem e bem silencioso, especialmente quanto ao isolamento do motor. Só tinha esquecido que, se eu coloco a ventilação na velocidade máxima e o controle de temperatura no mínimo, ainda é necessário ligar a função do ar-condicionado, e você só lembra quando o calor não passa”, pontuou o redator-chefe, Paulo Campo Grande.

    Tiggo 5X – 54.383 km

    Ficha técnica:
    Versão: TXS 1.5 16V Turbo
    Motor: 4 cilindros, dianteiro, transversal, 16V, turbo, 150/147 cv a 5.500 rpm, 21,4 mkgf a 1.750 rpm
    Câmbio: Automatizado, dupla embreagem, 6 marchas
    Seguro: R$ 2.004 (Perfil Quatro Rodas)
    Revisões:
    Até 60.000 km – R$ 4.028
    Gastos no mês: Combustível: R$ 1.006
    Reparo do pneu: R$ 30
    Consumo: No mês: 7,7 km/l com 67,5% de rodagem na cidade
    Desde jul/19: 9 km/l com 32,6% de rodagem na cidade
    Combustível: flex (gasolina)

    Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital.

    capa 743

    Continua após a publicidade
    Publicidade