Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Longa Duração: enfim o câmbio do Tiggo 5X fica bom, mas a suspensão…

Tiggo 5X vai a Minas Gerais e retorna com câmbio vibrando muito menos do que antes. Quem explica?

Por Henrique Rodriguez Atualizado em 22 dez 2020, 18h39 - Publicado em 3 dez 2020, 07h00
Ida a Conselheiro Lafaiete fez bem ao Chery Tiggo 5X
Ida a Conselheiro Lafaiete fez bem ao Chery Tiggo 5X Igor Macário/Quatro Rodas

O Cristo Redentor do Rio de Janeiro é conhecido mundialmente, mas há vários outros espalhados pelo Brasil. São tão comuns quanto as inúmeras cachoeiras “véu da noiva”. Pode reparar. O da foto fica em Conselheiro Lafaiete (MG), destino do repórter Igor Macário em sua primeira viagem com o Caoa Chery Tiggo 5X.

Black Friday na Quatro Rodas! Clique aqui e assine por apenas R$ 7,90

Foram cerca de 1.400 km em quatro dias, passando pelo Rio de Janeiro na ida e na volta, mas o computador de bordo não ajudou nas contas. “O hodômetro parcial zera quando o carro fica estacionado por mais de um dia”, aponta o repórter, que também conheceu o lado hesitante do nosso Tiggo.

“O câmbio de dupla embreagem se mostrou muito indeciso nas subidas de serra da BR-040 e pedia mudanças manuais constantes. O modo Sport até melhora o comportamento, mas não evita que o carro brigue com as marchas. Apesar disso, o desempenho dele é bom e o isolamento acústico na cabine também soma pontos”, opina Igor.

Continua após a publicidade

Tiggo
Fernando Pires/Quatro Rodas

Acontece que, com o passar do tempo, aprendemos a conviver com algumas características indesejadas dos nossos carros e, claro, a estranhar quando elas desaparecem. Ou quase. É o caso das trepidações do câmbio, que ocorriam especialmente entre 15 e 20 km/h, quando o câmbio não reduzia para a primeira marcha.

Agora, quando ocorre trepidação, é mínima. É claro que a falta do problema surpreendeu a todos que tiveram um novo contato com o nosso Tiggo.

Mas a suspensão segue sendo assunto. Igor percebeu que os pneus cantam com facilidade em curvas e que a suspensão macia não passa segurança para condução mais arrojada. É assunto para a revisão dos 50.000 km, pois notamos, também, que o carro está tombado para a esquerda.

Tiggo 5X – 47.654 km

Ficha técnica:
Versão: TXS 1.5 16V Turbo
Motor: 4 cilindros, dianteiro, transversal, 16V, turbo, 150/147 cv a 5.500 rpm, 21,4 mkgf a 1.750 rpm
Câmbio: Automatizado, dupla embreagem, 6 marchas
Seguro: R$ 2.004 (Perfil Quatro Rodas)
Revisões:
Até 60.000 km – R$ 4.028
Gastos no mês: Combustível: R$ 1.357
Consumo: No mês: 9,6 km/l com 28,5% de rodagem na cidade
Desde jul/19: 9 km/l com 30,7% de rodagem na cidade
Combustível: flex (gasolina)

Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital.

Capa 739

Continua após a publicidade

Publicidade