Clique e assine por apenas 8,90/mês

Longa Duração: rede Toyota erra rodízio de rodas no Prius durante revisão

Em apenas duas horas e meia o híbrido ficou pronto, mas saiu com o mesmo erro de serviço já cometido pela marca com Corolla e Etios

Por Péricles Malheiros - 2 jan 2019, 09h00
Prius: o samurai do baixo consumo Christian Castanho/Quatro Rodas

Há duas verdades incontestáveis sobre a rede de concessionárias Toyota: a primeira é que ela raramente erra na manutenção de revisão e a outra é que ela quase nunca acerta o rodízio de rodas.

Vimos isso no Etios e no Corolla de Longa Duração (desmontados, respectivamente, em 2014 e 2015) e, agora, não está sendo diferente com o Prius.

O híbrido acaba de passar pela terceira revisão e, em todas, as rodas tiveram que ser reposicionadas de modo a obedecer o rodízio recomendado pela fábrica, com inclusão do conjunto roda e pneu do estepe.

“A grande maioria das marcas recomenda um rodízio mais simples, em que basta inverter as rodas entre os eixos dianteiro e traseiro, sem alternância entre os lados direito e esquerdo. Sempre que a frota de Longa tem um carro que foge a essa regra, redobramos a atenção na verificação feita após cada revisão, que é quando o serviço de rodízio é feito, acompanhado de alinhamento e balanceamento”, explica Péricles Malheiros, editor de Longa Duração.

 O principal benefício de incluir os cinco pneus no rodízio é equalizar o desgaste de todo o conjunto, evitando assim um problema que poucos motoristas se atentam: a expiração do prazo de garantia do estepe (que em média é de cinco anos).

Já que o assunto são os pneus do Prius, um item que faz falta nele é a indicação de pressão no painel, como o do Compass, por exemplo.

“Ele até tem um sistema de alerta de baixa pressão, mas num projeto em que a economia de combustível é a grande prioridade, um indicador de calibragem ativo, com a leitura individualizada da pressão de cada pneu, faria muito mais sentido”, diz Péricles.

Toyota Prius – 34.876 km

    Consumo

    • No mês: 17,5 km/l com 15,3% de rodagem na cidade
    • Desde fev/18:16,9 km/l com 29% de rodagem na cidade
    • Combustível: gasolina, eletr.
    • Combustível: R$ 2.056
    • Revisão: R$ 438
    • Alinhamento: R$ 160

    Ficha técnica

    • Versão: 1.8 16V Híbrido
    • Motor: 4 cil., diant., transv., 1.798 cm3, 16V, 98 cv a 5.200 rpm, 14,5 mkgf a 3.600 rpm/ elétr., 72 cv, 16,6 mkgf/potência combinada, 123 cv
    • Câmbio: aut., CVT
    • Seguro (perfil QUATRO RODAS): R$ 6.634
    • Revisões (até 60.000 Km): R$ 3.707
    Continua após a publicidade
    Publicidade