Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Longa Duração: freios do Renault Kwid exigem cautela e cuidado extra

Baixa do fluido de freio faz acender luz de alerta no painel do Kwid. Na revisão dos 30.000 km, pediremos uma solução

Por Péricles Malheiros Atualizado em 27 nov 2019, 12h13 - Publicado em 22 jan 2019, 10h00
Freios do Kwid passarão por manutenção aos 30.000 km Henrique Rodriguez/Quatro Rodas

Começou de maneira esporádica. “Tive a impressão de que a luz de alerta do sistema de freio piscou rapidamente no painel”, disse o repórter Gabriel Aguiar, após usar o Renault Kwid. “Também tive essa impressão”, comentou o piloto de teste Eduardo Campilongo.

“Abri o capô e notei que o reservatório do fluido de freio estava com as paredes externas sujas. Conferi a tampa e, aparentemente, estava bem apertada. Mas o nível, de fato, estava um pouco baixo, porém ainda distante do mínimo. Depois, dirigindo o Kwid, notei que o pedal do freio está mais baixo que o normal.”

Com tantos apontamentos, pediremos uma verificação do sistema de freios na revisão dos 30.000 km. Solicitaremos, ainda, uma atenção especial com o escapamento, que parece estar mais ruidoso que o normal.

Nossa lista de requisições incluirá também uma inspeção na suspensão dianteira: “Sinto o carro mais sensível às imperfeições da pista em curva”, disse o editor Péricles Malheiros. 

Renault Kwid – 26.931 km

    Consumo

    • No mês: 16 km/l com 24% de rodagem na cidade
    • Desde mar/18: 15,7 km/l com 30,3% de rodagem na cidade
    • Combustível: flex (gasolina)
    • Combustível: R$ 466

    Ficha técnica

    • Versão: Intense 1.0 12V
    • Motor: 3 cil., diant., transv., 999 cm3, 12V, 70/66 cv a 5.500 rpm, 9,8/9,4 mkgf a 4.250 rpm
    • Câmbio: manual, 5 marchas 
    • Combustível: flex (testado com gasolina)
    • Seguro (perfil QUATRO RODAS): R$ 2.361
    • Revisões (até 60.000 Km): R$ 2.335

     

    Continua após a publicidade

    Publicidade