Clique e assine por apenas 8,90/mês

Caixa de som

Por Redação - 16 dez 2013, 11h55

Por Péricles Malheiros

20 096 km

Alguns leitores entraram em contato após lerem os primeiros relatos de ruído a bordo do A200 de Longa Duração para manifestar seu espanto e decepção. Nós também esperávamos menos apontamentos nesse sentido. Por esse motivo, fizemos alguns pedidos especiais ao consultor técnico da concessionária paulistana Divena, onde deixamos o carro para a segunda revisão, dos 16 000 km – o plano de manutenção prevê paradas a cada 8 000 km. Pedimos duas verificações específicas: ruído na dianteira (que já sabíamos ser proveniente da caixa de direção) e no sistema de ajuste de altura dos cintos dianteiros (em especial o do lado do motorista). Solicitamos ainda os serviços de alinhamento de direção e balanceamento e rodízio de rodas.

Filtros (de ar, óleo e ar-condicionado), fluido de freio e lubrificante do motor compõem a revisão dos 16 000 km, cujo preço sugerido é de 1 121 reais. “O filtro de cabine ainda estava bom e o fluido de freio só é trocado quando a revisão é feita por tempo [a cada dois anos], não por quilometragem”, disse o técnico. Mesmo quando o fluido não é trocado, como no nosso caso, o preço fixo é mantido. Mas tivemos uma grata surpresa ao acertar a conta. “Concedemos um desconto para pagamento à vista e também porque o filtro do ar foi mantido. Ficou em 792 reais”, disse a moça do caixa. “Como o desgaste dos pneus estava equilibrado, não fizemos alinhamento, balanceamento e rodízio”, disse o técnico da Divena.

Durante a checagem da revisão, realizamos por conta própria o rodízio das rodas. “Fazemos um acompanhamento do nível de desgaste dos pneus e, ao contrário do que disse a Divena, os dianteiros estavam com sulcos mais rasos do que os traseiros. O filtro de cabine, no entanto, estava bom. Acertaram em mantê-lo”, diz o editor Péricles Malheiros, que fez uma viagem a Brasília (DF) com o A 200 logo após a revisão. Ele constatou: “O ruído na dianteira diminuiu bastante, mas ainda persiste. O do cinto está como antes. Irritante”.

Consumo

No mês (17,5% na cidade) – Gasolina 16,7 km/l
Desde jul/13 (34,1% na cidade) – Gasolina 10,7 km/l

Continua após a publicidade

Principais ocorrências

3810 km Ruído no sistema de ajuste de altura do cinto do motorista e na dianteira.
5 392 km Luz do airbag do motorista acesa. Reparo imobilizou o carro por 13 dias.
7 752 km Ruído no sistema de ajuste de altura dos cintos frontais e na dianteira do carro.
8 000 km substituição das bandejas de suspensão.
12 822 km Agravamento do ruído no ajuste de altura dos cintos frontais e na dianteira do carro.

Diário

650_longamerc_02

 

Vibrante, o sistema de ajuste de altura precisa ser calçado para não produzir ruído

Continua após a publicidade
Publicidade