Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

VW Polo e Virtus 2023 com motor do Up! são mais potentes, revela documento

Informações vazadas entregam detalhes do 1.0 turbo que equipará versões de entrada de Polo e Virtus - como a de que apenas o sedã terá opção automática

Por Eduardo Passos Atualizado em 29 jun 2022, 21h07 - Publicado em 29 jun 2022, 19h09

Uma das grandes novidades da Volkswagen para 2022 é, na verdade, um velho conhecido. Como já era especulado, a reestilização do Polo contará com uma versão incrementada do motor 1.0 turbo usado no up! TSI. As suspeitas de que o Virtus também receberia o conjunto foram endossadas, revelando ainda mais informações.

Novos dados oficiais vazados comprovam a previsão e trazem detalhes específicos de potência e torque do três cilindros. Além disso, os documentos mostram que o Polo 1.0 170 TSI terá apenas câmbio manual, ao contrário do novo Virtus.

Volkswagen Polo Track 2023
Polo ganhará frente da Europa, mas manterá traseira quase idêntica à atual Eduardo Campilongo/Quatro Rodas

Polo mais potente

A ficha técnica entrega quase tudo sobre o novo Volkswagen Polo 170 TSI, que chegará ainda neste ano com reestilização na dianteira. Ao contrário do Up!, que atingia 101 cv (gasolina)/105 cv (etanol), a nova versão do propulsor chega a 116 cv com etanol — 109 cv com gasolina.

O material corrobora com a tabela do Inmetro recém-divulgada, que mostra apenas uma versão do Polo com a nova opção de motor. É o Polo TSI manual, que, a partir de 2023, deve compartilhar o conjunto o Polo Track, futuro VW mais barato do Brasil.

Luzes de freio do Virtus nacional devem seguir estilo do indiano, recém-apresentado
Virtus nacional terá reestilização apresentada em breve Marcos Sá/Quatro Rodas

Apesar do nome comercial, o torque do motor flex não chega aos 170 Nm. Assim como na Argentina, haverá 16,8 kgfm (165 Nm), independentemente do modelo e da transmissão acoplada. Com etanol, segundo a ficha técnica, o Polo TSI manual vai de 0 a 100 km/h em 10,1 s. Sua velocidade máxima é de 197 km/h.

Continua após a publicidade

Ficha técnica do Volkswagen Polo TSI manual
Ficha técnica do Volkswagen Polo TSI manual Acervo/Quatro Rodas

Virtus

Os dados referentes ao Polo chamam mais atenção pela potência do motor, com patamar bem acima do estimado por diferentes veículos de imprensa. Também há confirmação do câmbio manual de cinco marchas, mas a grande novidade, entretanto, é a informação de que o novo Virtus também ganhará esse motor em dois arranjos.

É provável que ele chegue junto à reestilização do sedã, com testes a pleno vapor no interior paulista. Enquanto o Virtus GTS, de topo, manterá o 1.4 turbo de 150 cv, o 1.0 de 128 cv será dedicado às versões Comfortline e Highline. Já as versões TSI, mais baratas, trarão o 170 TSI.

Os motores continuam iguais na linha 2020
No Up!, 1.0 turbo rendia 105 cv e 16,8 kgfm Divulgação/Volkswagen

Além do câmbio manual de cinco marchas, o Virtus TSI manual já teve os dados de consumo divulgados pelo Inmetro: com etanol, são 9,6 km/l (cidade) e 11,4 km/l (estrada); a gasolina, o conjunto rende 13,8 km/l (cidade) e 16,3 km/l (estrada).

O Virtus TSI automático usará o câmbio de seis marchas EAT6, o mesmo das antigas versões com motor 1.6 MSI. Nessa configuração, o sedã, com etanol, faz 8,7 km/l (cidade) e 11,0 km/l (estrada). A gasolina, são 12,4 km/l (cidade) e 15,6 kml (estrada).

Ficha técnica do Volkswagen Virtus TSI automático e manual
Ficha técnica do Volkswagen Virtus TSI automático e manual Acervo/Quatro Rodas

Mais pesado, o Virtus TSI também é mais lento que o Polo TSI: o sedã vai de 0 a 100 km/h em 11,2 s, de acordo com os números de fábrica, quase um segundo a mais que o compacto.

Volkswagen não confirma e nem nega

Questionada sobre a veracidade das informações, a Volkswagen se recusou a comentar o conteúdo obtido por QUATRO RODAS. A montadora deve lançar, ainda neste ano, as novas versões de Polo e Virtus.

O sedã ganhará mudanças estéticas que o deixarão mais parecido com o Nivus. Já o modelo principal da família deixará para os meses seguintes sua grande reestilização. Os modelos serão lançados com produção reduzida, em reflexo da crise de peças que vive a Volkswagen (e outras montadoras).

Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Continue lendo, sem pisar no freio. Assine a QR.

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Tudo sobre as novidades automobilísticas do Brasil e do exterior.


a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)

Impressa + Digital

Plano completo de QUATRO RODAS. Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da QUATRO RODAS, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

Comparativo entre os principais modelos do mercado.

Tudo sobre as novidades automobilísticas do Brasil e do exterior.

Receba mensalmente a QUATRO RODAS impressa mais acesso imediato às edições digitais no App QUATRO RODAS, para celular e tablet.

a partir de R$ 12,90/mês