Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Nova geração do Fiat Punto estreia em 2023 com plataforma do Peugeot 208

O hatch da Fiat voltará em 2023 para tentar dominar o segmento B europeu. Alfa Romeo, DS Automobile e Lancia tem seus planos de eletrificação divulgados

Por João Vitor Ferreira Atualizado em 4 ago 2021, 17h52 - Publicado em 4 ago 2021, 17h27

Fiat Punto Essence e T-Jet

A Stellantis apresentou ontem seus resultados financeiros a investidores e aproveitou a ocasião para antecipar seus próximos passos. Entre notícias como a confirmação dos planos de eletrificação para as marcas Alfa Romeo, Lancia e DS Automobile, o CEO do conglomerado, Carlos Tavares, ainda confirmou o lançamento de uma nova geração do Fiat Punto para 2023. 

Clique aqui e assine Quatro Rodas por apenas R$ 8,90

O hatch foi descontinuado em 2018, tanto na Europa como aqui no Brasil. Se por aqui o Argo tentou ocupar a mesma faixa de preço, na Europa não houve substituto direto – o Fiat Tipo é muito maior. Agora, com a empresa sob novo comando, o Punto terá uma terceira geração. E tudo indica que sua plataforma será conhecida, para baratear custos.

Se no passado a plataforma do Argo brasileiro era cogitada, com a fusão entre PSA e FCA a opção mais coerente se tornou a CMP, desenvolvida pela PSA e que atualmente equipa o Opel Corsa e os Peugeot 208 e 2008. Outra vantagem dessa plataforma é que ela já nasceu para ser eletrificada.

Continua após a publicidade
  • Logo, podemos esperar, além de versões com motores a combustão (possivelmente os mesmos 1.0 e 1.3 da família GSE usados no Brasil) e também uma versão elétrica. Entretanto, seguindo essa projeção, versões híbridas estão fora de cogitação, uma vez que a plataforma CMP não é compatível com esse tipo de motorização atualmente.

    Além disso, foi revelado que o grupo pretende lançar um total de 20 modelos eletrificados nos próximos dois anos, sendo nove híbridos plug-ins, dez EVs e um com ambas as formas de propulsão.

    Alfa Romeo, DS e Lancia com futuro encaminhado

    A partir de 2026, a francesa DS Automobile passará a lançar somente veículos elétricos. Porém, a marca não extinguirá seus modelos a combustão já existentes.

    Seguindo os mesmos passos, a Lancia que atua exclusivamente na Itália e com um único modelo, o Ypsilon, também diversificará seu catálogo. A partir de 2024, a marca terá somente com modelos eletrificados. Para 2026, assim como a empresa francesa, a intenção é que todos os novos veículos sejam BEVs.

    Foto vazada Tonale
    SUV Tonale será o primeiro veículo eletrificado da Alfa Romeo Reprodução/Internet

    Quanto a Alfa Romeo, o planejamento prevê que a marca terá apenas veículos elétricos à venda em 2027, válido para Europa, EUA e China. Esse processo será gradativo, iniciando já em 2022 com o lançamento do SUV híbrido plug-in Tonale e, posteriormente, com o crossover elétrico Brennero. Ambos atualizarão a frota da marca, que atualmente conta apenas com os modelos Giulia e Stelvio, que ainda utilizam a plataforma Giorgio, utilizada pela primeira vez em 2016 e desenvolvida em parceria com a Ferrari

    Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital

    Edição de julho
    A edição 747 de QUATRO RODAS já está nas bancas! Quatro Rodas/Quatro Rodas
    Continua após a publicidade
    Publicidade