Clique e Assine QAUTRO RODAS por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

VW restaura Kombi com esteiras e quatro eixos criada nos anos 60

Kombi com esteiras de tanque de guerra e é especialista em subir colinas congeladas e foi criada por mecânico austríaco há 60 anos

Por João Vitor Ferreira
27 Maio 2022, 12h39

Querida por muitos, a Kombi é simpática e charmosa, e se consolidou no mundo todo como um dos modelos mais amados da Volkswagen no século passado. Muito prática, seu tamanho e versatilidade faziam dela essencial para qualquer tarefa.

Em 1962 o mecânico da Volkswagen, Kurt Ketzner, resolveu deixar a Kombi mais versátil do ela já é. Ketzner precisava de um veículo capaz de subir as colinas nevadas da sua cidade, Viena, na Áustria. Foi então que ele decidiu transformar a simpática Kombi em um “quase tanque de guerra”. Agora, décadas depois, ela foi totalmente restaurada pela própria VW.

Kombi com esteiras de traseira na neve
Na neve, a Kombi tem sua velocidade máxima diminuída para 10 km/h (Divulgação/Volkswagen)

Para superar os obstáculos do terreno montanhoso, Ketzner instalou dois eixos adicionais em uma VW T1, a Kombi de primeira geração. No par traseiro, as rodas de 13 polegadas movimentavam a esteira feita de alumínio e borracha, para se adaptar tanto à neve quanto ao terreno comum.

Com uma pressão no solo mais baixa, a esteira deu a aderência necessária para a perua superar qualquer obstáculo, seja ele na neve ou na terra.

Kombi com esteira lateral na neve
“No começo, dei uma olhada ao redor, mas não consegui encontrar o veículo com o qual estava sonhando. Então, decidi construí-lo sozinho”, disse Ketner em materiais de marketing da época (Divulgação/Volkswagen)

As rodas de 14 polegadas foram mantidas na dianteira, mas com rodado duplo e em dois eixos direcionais. Foi isso que permitiu que essa Kombi transformada seja manobrável como um veículo comum.

Vale acrescentar que cada uma das rodas dianteiras tinha seu próprio freio e um diferencial de deslizamento limitado ajudava na hora de dividir a força entre os eixos. Nascia então, o primeiro “Half-Track Fox” – ou Raposa de Meia-Pista em uma tradução literal.

Continua após a publicidade

Kombi com esteira antes da restauração

Kombi antes da restauraçãoEmbora por fora a aparência de tanque chame a atenção, sob o capô nada mudou. A Kombi manteve o motor 1.2 de quatro cilindros e 34 cv, mas que após a configuração não permitia que a Kombi passasse dos 35 km/h. Originalmente, a velocidade máxima estava na casa dos 90 km/h.

Kombi com esteira interior
(Divulgação/Volkswagen)

Primeiro, pois o mecânico construiu dois destes veículos. Ketzner ainda chegou a iniciar um terceiro, que não pode ser finalizado. Ele, inclusive, tinha intenções reais de vender seu modelo para outras pessoas, chegando até a preparar um material de marketing que descreviam a Kombi como “um ajudante ideal para todos”.

Compartilhe essa matéria via:

Em 1990, o Museu Porsche de Gmud, na Áustria, comprou o “Half-Track Fox” inacabado e depois vendeu-o para um grupo de entusiastas de Kombis chamado Bullikartel e.V.

Continua após a publicidade
Kombi com esteira frontal na neve
(Divulgação/Volkswagen)

Os entusiastas até tentaram restaurar a perua em 2005, mas foram obrigados a parar o projeto. Treze anos depois, em 2018, a Volkswagen Commercial Vehicles assumiu a propriedade Half-Track Fox, que passou a tarefa de restauração para sua divisão de veículos clássicos.

Kombi com esteira escalando na grama
Mesmo depois de tantos anos, a Kombi ainda é perfeita para escalar morros tanto na neve, como na terra (Divulgação/Volkswagen)

Os trabalhos só terminaram em fevereiro deste ano. A pintura foi refeita, recebendo uma cor laranja bem chamativa, para que a Kombi se destacasse em meio a neve. Como não existiam registros do interior, os mecânicos puderam ousar e deixar a imaginação trabalhar.

Kombi com esteira frontal na grama
(Divulgação/Volkswagen)

O resultado, de acordo com os restauradores, foi um veículo muito divertido e com uma decoração interna bem rústica. Segundo eles, nem os quase 60 anos conseguiram tirar a aptidão dessa Kombi para superar as subidas, algumas que até impressionaram quem estava no volante.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Quatro Rodas impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 14,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.