Clique e assine por apenas 8,90/mês

VW Polo Highline 2021 tem quadro digital de série, mas encarece R$ 7.300

Versão mais cara a usar o motor 200 TSI passa a oferecer todos os antigos opcionais como itens de série. Na prática, reajuste real é de mais de R$ 1.300

Por Leonardo Felix - 13 mar 2020, 19h42
VW Polo Highline 2021 Divulgação/Volkswagen

A Volkswagen ainda não lançou oficialmente, mas já prepara mudanças importantes na linha 2021 de Volkswagen Polo e Virtus.

Segundo apurado por QUATRO RODAS, a principal delas será a incorporação do antigo pacote Tech, opcional, na lista de itens de série dos modelos na versão Highline.

Com isso, tanto o hatch quanto o sedã passam a vir de fábrica na configuração Highline com quadro de instrumentos 100% digital, central multimídia de 8 polegadas, luzes diurnas de led, sensores de estacionamento dianteiros, câmera de ré, detector de fadiga, retrovisor interno antiofuscante, assistente de frenagem pós-colisão, indicador de pressão dos pneus e faróis e limpadores de para-brisa automáticos.

As rodas de liga leve aro 17 e o revestimento simulando couro nos bancos, antes também opcionais, mas oferecidos de maneira separada, passam igualmente a fazer parte dos itens de série de Polo e Virtus Highline.

Continua após a publicidade
VW Virtus Highline 2021 Divulgação/Volkswagen

Com isso, a versão mais cara equipada com o motor 1.0 turbo flex de 128 cv e 20,4 kgfm deixa de conter qualquer tipo de equipamento cobrado à parte, incluindo o extinto pacote Beats.

Assim, o sistema de som incrementado passa a ser elemento exclusivo da versão esportiva GTS.

O único custo extra que Polo e Virtus Highline 2021 terão são os R$ 1.585 cobrados pela pintura metálica. Mas é claro que a incorporação de tantos itens impactou na etiqueta.

Agora, o Polo Highline custa R$ 84.290, R$ 7.300 a mais do que antes. Na linha 2020, o hatch saía por R$ 76.990, mas exigia outros R$ 4.290 pelo pacote Tech, R$ 660 pelo revestimento interno que simula couro e R$ 1.090 pelas rodas aro 17.

Continua após a publicidade

Total: R$ 83.030, o que indica um reajuste real de R$ 1.260.

Já o Virtus Highline, que antes custava R$ 84.290 sem os opcionais, sairá por R$ 91.390 na linha 2021, também agregando todos os elementos possíveis como itens de série. A diferença é de R$ 7.100, mas o aumento real ficou em R$ 1.315.

Publicidade