VW e Ford investem em Argo e vão compartilhar plataforma de elétricos

Empresa focada em condução autônoma da marca americana recebeu investimento da gigante alemã, ampliando parceria das duas fabricantes

O ID.3 será o primeiro veículo do Grupo Volkswagen a usar a plataforma MEB

O ID.3 será o primeiro veículo do Grupo Volkswagen a usar a plataforma MEB (Divulgação/Volkswagen)

O namoro da Volkswagen com a Ford já deixou de ser abraços na pracinha e se aproxima cada vez mais de uma união estável.

A última notícia da relação foi dada nesta sexta-feira (12) pelas empresas, que anunciaram mais produtos conjuntos e investimentos em condução autônoma.

A Volkswagen confirmou uma injeção de R$ 9,74 bilhões (pela cotação atual) na Argo, companhia focada em desenvolvimento para condução autônoma liderada pela Ford.

Apenas a versão alongada e com motor V8 virá para o Brasil A A8 foi o primeiro carro de produção a oferecer condução autônoma nível 3

A A8 foi o primeiro carro de produção a oferecer condução autônoma nível 3 (Divulgação/Audi)

O objetivo é que a dupla avance na produção de veículos autônomos de nível 4, que são capazes de se locomover por qualquer lugar sem intervenção do motorista (ainda que a presença dele seja necessária para monitoramento de emergências).

Atualmente a Audi é uma das poucas marcas a oferecer veículos autônomos de nível 3, que só são capazes de se auto-guiar em vias expressas com sinalização horizontal e vertical adequada.

Mesmo assim, modelos como o novo Audi A8 possuem essa funcionalidade ainda bloqueada, esperando a regulamentação do sistema em cada país onde for vendido.

Veículos autônomos até o nível 4 ainda precisam ter volante e controles para o motorista

Veículos autônomos até o nível 4 ainda precisam ter volante e controles para o motorista (Divulgação/Citroën)

Do lado Ford, a novidade é a confirmação que a empresa de Detroit irá lançar pelo menos um carro sobre a plataforma MEB, do Grupo Volkswagen, a partir de 2023.

A arquitetura é modular como a conhecida MQB, dos nossos Golf, Polo e Virtus, porém criada para uso exclusivo em modelos elétricos. Ela irá estrear no ID 3, e será adotada por outros modelos do grupo, incluindo o sucessor do Up!.

A Volkswagen investiu R$ 7 bilhões na MEB, e pretende vender 15 milhões de veículos a partir dela. Desses, pelo menos 600 mil seriam comercializados pela parceria com a Ford.

Namoro antigo

A próxima Amarok usará plataforma da Ford Ranger

A próxima Amarok usará plataforma da Ford Ranger (Volkswagen/Divulgação)

Volkswagen e Ford já firmaram uma série de acordos para desenvolver uma nova família de picapes médias e veículos comerciais.

Com isso, a nova Transit adotará plataforma MQB, enquanto a próxima geração da Amarok compartilhará a mesma base da nova Ranger.

No Brasil a dupla já firmou uma parceria regional, chamada Autolatina. A união rendeu diversos produtos locais, como o Versailles (um Santana da Ford) e a dupla Apolo/Verona.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s